Prefeitura assina empréstimo de R$ 500 milhões com o Banco do Brasil

Com o dinheiro o executivo municipal promete realizar obras de mobilidade urbana, construir o hospital da mulher e pagar dívidas

04/08/2022 11:49h - Atualizado em 04/08/2022 12:32h

Compartilhar no

A Prefeitura de Teresina assinou, na manhã desta quinta (04), o contrato de operação de crédito de R$ 500 milhões com o Banco do Brasil. O empréstimo foi classificado pelo Secretário de Planejamento, João Henrique Sousa, como o “maior da história de Teresina”. Com o dinheiro o executivo municipal promete realizar obras de mobilidade urbana, construir o hospital da mulher e pagar dívidas que seriam de gestões passadas, além de retomar obras paradas nesta gestão.  

No último mês de julho Dr. Pessoa negou que haverá “rachadinhas” na execução das obras do empréstimo. O Projeto de Lei não delimita em quais obras serão alocados os recursos, nem o cronograma de atividades e utilização da verba. A oposição na Câmara criticou o que chamou “cheque em branco” que seria dado ao prefeito.


Leia Mais

Após denúncias, Dr. Pessoa nega “rachadinha” na aplicação do empréstimo de R$ 500 milhões
Prefeitura de Teresina diz que pode mudar destinação dos R$ 500 milhões de empréstimo
Vereadores querem audiência para esclarecer aplicação de empréstimo de R$ 500 milhões
Câmara aprova por unanimidade empréstimo de R$ 500 milhões para Prefeitura de Teresina


Dr. Pessoa cobrou impacto positivo imediato na popularidade da gestão com o início das obras. “Iremos fazer o Hospital da Mulher entre outras coisas, uma gama de coisas que nós já pontuamos que esse dinheiro será empregado gradativamente. Além do mais pagar dívidas que nós encontramos na administração da capital. Se com o dinheiro não tiver esse impacto positivo é incompetência dos administradores, do prefeito e dos seus auxiliares. Espero um impacto positivo”, afirmou o prefeito.

Os R$ 500 milhões de reais serão liberadores em parcelas de R$ 100 milhões de reais por semestre, finalizando somente em 2025 a liberação total do recurso. De acordo com o Banco do Brasil após a assinatura, que ocorreu nesta quinta, em 60 dias R$ 25 milhões serão liberados e R$ 75 milhões até o final de 2022.

O Secretário de Planejamento, João Henrique Sousa, ressaltou a estabilização das contas públicas e prometeu avanços nas obras paradas. “Hoje é uma vitória a assinatura desse empréstimo, serão obras significativas para a cidade de Teresina, acho que depois do primeiro ano de 21 que tivemos que recompor a estrutura financeira da Prefeitura de Teresina, caímos da letra B para a letra C, por que o balanço de 2020 foi fechado no negativo. Depois dessa recomposição essa composição do Banco do Brasil com a Prefeitura irá permitir um deslanchamento de obras de infraestrutura significativa par a capital”, finalizou. 

FOTO: Assis Fernandes/ O DIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário