Washington Bonfim dá federação como perdida, mas mantém pré-candidatura

Ele deixa em suspense se buscará outra sigla e se existe a possibilidade de desistir da disputa

25/03/2022 15:54h - Atualizado em 25/03/2022 16:16h

Compartilhar no

O pré-candidato do Cidadania ao governo do Piauí, Washington Bonfim, dá como perdido o comando da federação com o PSDB no Piauí e vê sua pretensão de disputar o cargo se esvair. Ele, contudo, afirma que ainda existem possibilidades e por isso mantém sua pré-candidatura ao Palácio de Karnak. 

Em reunião com o ex-governador Freitas Neto e com o ex-deputado Luciano Nunes, que deve assumir a liderança da federação PSDB/Cidadania no Estado , Washington recebeu a confirmação de que a federação formará a coligação com chapa de Sílvio Mendes e, por sua vez, descartou seguir o ex-prefeito. “Coloquei minha impossibilidade política de seguir com algum tipo de apoio ao pré-candidato Sílvio Mendes. Por questões de visão politica diferenciada nesse momento não consigo estar do lado deles”, revelou Bonfim. 

Foto: Assis Fernandes / O Dia

O pré-candidato estabeleceu um prazo até a próxima terça-feira, 29 de março, para decidir que caminho seguirá. “É um prazo razoável. Tem um grupo para ser escutado. O tempo até lá é o que me permite ter todas as conversas que me permitem ser feitas’, afirmou ao O Dia, mas deixou em suspense se buscará outra sigla ou se abandonará a pré-candidatura. 

Washington Bonfim disse que não tem problemas com o PSDB, mas declarou ter divergências políticas com o ex-prefeito Sílvio Mendes, que articulou com o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, para que o comando da federação ficasse no ninho tucano no Piauí e, de quebra, inviabilizasse a candidatura de Bonfim. 

“Aresta com o PSDB de maneira alguma. O PSDB foi meu partido durante muito tempo. Não tenho razão nenhuma. Estou em um partido federado com o PSDB. Com o Dr. Sílvio Mendes, pessoalmente, não tenho aresta alguma, só julgo que de 2020 para cá ele tomou algumas posições do auge da Covid-19 em relação à cloroquina e tratamento precoce que me parecem fora do que a ciência diz”, disse ao ligar Sílvio Mendes ao presidente Bolsonaro.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário