Wellington Dias critica acirramento nas eleições e defende “cultura de paz” do brasileiro

As declarações do ex-governador foram dadas durante um evento de lançamento da Carta Compromisso de Lula com os evangélicos.

24/10/2022 12:45h

Compartilhar no

O Senador eleito, Wellington Dias, criticou o acirramento eleitoral em meio ao ataque do ex-deputado federal, Roberto Jefferson (PTB), a Policiais Federais na tarde do último domingo.  Jefferson resistiu a uma ação da Polícia Federal e chegou a atirar contra policiais federais na cidade de Levy Gasparian, no Rio de Janeiro . Uma agente e um delegado ficaram feridos durante o cumprimento de mandado de prisão na casa do ex-parlamentar.

Wellington citou a “cultura de paz” que sempre caracterizou o povo brasileiro e lamentou a situação de conflito entre as famílias. “Não estamos falando de Roberto Jefferson, estamos falando de algo muito mais grave. O Brasil construiu ao longo do tempo uma cultura de paz, quando a gente cria esse tensionamento ele se espalha e chega até as famílias. São pessoas em conflito nas casas, no trabalho, em igrejas, nos negócios. Não é razoável o que está acontecendo”, disse o senador.

FOTO: Tarcio Cruz/ O DIA

As declarações do ex-governador do Piauí foram dadas na manhã desta segunda, durante um evento de lançamento da Carta Compromisso de Lula com os evangélicos.

Wellington criticou as “mentiras” que estariam sendo propagadas contra Lula por uma ala de evangélicos e revelou que espera o apoio dos religiosos. “Hoje apresentamos a carta que Lula e Alckmin fizeram aos evangélicos. Precisamos estar atentos contra as mentiras que estão sendo propagadas. Lula já foi presidente por oito anos e nunca fechou igrejas, ele fez o contrário, regulamentou a marcha para Jesus, o dia do Evangélico, e teve uma ótima relação com as lideranças religiosas. Sabemos a importância do povo evangélico no Brasil e vamos buscar ampliar ainda mais o nosso apoio junto a eles”, finalizou. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no