João Magalhães

Com superpoderes na Câmara e PMT, Jeová Alencar quer ser fiel da balança em Teresina

Se no passado recente Dr. Pessoa era comandado por Robert Rios, hoje é Jeová quem consegue emplacar seus desejos na Prefeitura.

24/05/2022 19:01h - Atualizado em 25/05/2022 07:41h

Compartilhar no

O presidente da Câmara de Vereadores de Teresina, Jeová Alencar (Republicanos), ostenta hoje o perfil de principal articulador político da Capital. A fragilidade técnica e política da gestão de Dr. Pessoa (Republicanos) abriu um vácuo de poder que Alencar soube aproveitar e passou a ocupá-lo. Hoje, ele tem sob seu comando uma bancada fiel de vereadores e sabe utilizar essa influência para conseguir controlar território significativo no Palácio da Cidade. 

A SAAD Sul, seu reduto eleitoral, tem orçamento três vezes maior que a SAAD Sudeste, por exemplo. Se no passado recente Dr. Pessoa era comandado por Robert Rios (Republicanos), hoje é Jeová quem consegue emplacar seus desejos na Prefeitura. Pré-candidato a deputado estadual, ele tem no currículo a experiência de ser o vereador mais votado da Capital nas últimas eleições.

Jeová Alencar também soube aproveitar o espaço político deixado com a morte do ex-prefeito Firmino Filho. Inteligente, Alencar buscou lideranças ligadas ao ex-prefeito e que ficaram sem padrinho. Enzo Samuel (PDT), Luís André (União Brasil) a até Edson Melo (PSDB) são exemplos de ex-firministas que hoje estão no time de Jeová. O presidente da Câmara também articulou o retorno de seu compadre, Antônio José Lira (Republicanos) à Câmara e só não viabilizou o retorno de Ítalo Barros (PSDB) para o parlamento porque Barros já assumiu compromisso de votar em outro nome para deputado estadual.

Vereador demonstra capacidade de articulação política e tem liderança sobre uma bancada fiel (Foto: O DIA)

Com amplos poderes na política municipal de Teresina, Alencar hoje se prepara para atuar como o fiel da balança na Capital na eleição para o governo do Estado. Foi este o seu objetivo quando fez o movimento de sair do MDB de Themístocles para ingressar no Republicanos. Caso permanecesse no MDB, ele não teria como negociar apoio, já que estaria automaticamente no time de Themístocles (MDB) e Rafael Fonteles (PT). 

Comandando hoje a articulação política do Republicanos e um time de lideranças que sabe conseguir votos em Teresina, além de controlar áreas estratégicas na Prefeitura, Jeová Alencar está livre para pender para o lado de Rafael ou de Sílvio (União Brasil), a depender dos diálogos.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas