Artilheira da Copa América, Adriana avalia vitória sobre Uruguai: ‘Não há jogo fácil'

Com mais dois gols sobre a Celeste, piauiense é artilheira isolada da competição. Já Bia tem duas assistências e um gol até aqui

14/07/2022 10:07h

Compartilhar no

Uma meia artilheira e uma atacante com jeito de camisa 10. Quem viu Adriana e Bia Zaneratto em ação contra Argentina e Uruguai poderia resumir assim a atuação da dupla. Após deixar sua marca duas vezes contra as argentinas, em sua estreia com a Amarelinha em competições oficiais, Adriana voltou a fazer dois gols contra a Celeste e é artilheira isolada da Copa América. Apesar de reconhecer a dificuldade imposta pela defesa uruguaia, a Maga comemorou o desempenho do Brasil até aqui.


Leia também: Com dois gols da piauiense Adriana, Seleção feminina vence Uruguai na Copa América 

“A gente já sabia que seria um jogo difícil e se preparou bem para essa partida. Não há jogo fácil. Independentemente do favoritismo, sempre tentamos fazer o melhor dentro de campo e sair com a vitória. Estou muito feliz de estar fazendo minha estreia com a Seleção, então é aproveitar as oportunidades e colocar a bola para dentro”, disse Adriana.

(Foto: Thaís Magalhães / CBF)

Já Bia Zaneratto tem sido fundamental na construção do jogo ofensivo da Canarinho. Além de participar de três dos quatro gols contra a Argentina, a atacante deu uma bela assistência para Debinha marcar o segundo do Brasil contra a Celeste na última terça-feira.

“A troca de posição ali no ataque, independentemente de quem vai criar para a companheira finalizar, é muito importante. Temos que nos movimentar e criar os espaços para finalizar e fazer os gols. Estamos nos entrosando ainda e hoje poderíamos até ter aplicado um placar mais elástico, mas estamos felizes com mais uma vitória, que é o mais importante. Às vezes um toque mais rápido, um único toque na bola faz com que a jogada flua mais rápido e melhor. Conseguimos fazer isso e criar os espaços, mas acho que faltou finalizar mais e, consequentemente, teríamos feito mais gols”, avaliou Bia.

(Foto: Thaís Magalhães / CBF)

A Imperatriz também comentou as mudanças na equipe no decorrer do jogo. Para ela, é importante que todo o grupo ganhe minutagem para que a Seleção vá evoluindo ao decorrer do torneio. “Acho que o caminho é continuar fazendo as trocas, porque só assim todas terão ritmo de jogo e conseguirão manter o mesmo nível. Acho que a Pia está fazendo isso muito bem, estamos dando rodagem para todo mundo e assim todas vão se entrosando, porque não são só as 11 iniciais, é o time todo, então é importante todas estarem bem e com ritmo de jogo”, concluiu.

Após a vitória por 3x0 sobre a Celeste, Brasil está na liderança do grupo B com duas vitórias, seis pontos, sete gols marcados e nenhum sofrido. O próximo desafio da Seleção na Copa América será na próxima segunda-feira (18), às 18h (horário de Brasília), contra a Venezuela.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações da CBF

Deixe seu comentário