Parnaí­ba

Parnaíba : Mulher morre após ser atingida com bala perdida durante tentativa de assalto

Os assaltantes também chegaram a ser baleados e um deles morreu no local

20/10/2022 16:10h

Compartilhar no

Uma mulher identificada como Maria Leticia Santos morreu após ser atingida com uma bala perdida na manhã desta quinta-feira (20), durante tentativa de assalto em Parnaíba. A vítima estava na rua quando houve uma troca de tiros entre dois bandidos e os seguranças do estabelecimento que tentavam roubar. Ela foi atingida com uma bala na cabeça e morreu ainda no local. 

Os assaltantes também chegaram a ser baleados e um deles morreu no local. O outro foi encaminhado com vida para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA). Ainda não se sabe quem efetuou os disparos que teriam matado Maria Leticia e um dos bandidos. 

Vitima e assaltante foram baleados durante troca de tiros (Foto: Reprodução/Whatsapp)

De acordo com o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, Erisvaldo Viana, um dos bandidos tinha passagem pela polícia e já havia sido preso por tráfico de drogas e prática de assaltos. “Foi uma tragédia anunciada, pois o elemento já tinha sido preso duas vezes. Nós pensamos que ele permanecia preso. Infelizmente, devido a impunidade, estava solto”, comenta.

O comandante destaca ainda que todos os órgãos de polícia tem trabalhado incansavelmente para combater a violência em Parnaíba, porém ressalta que para que se tenha sucesso, é preciso que “o sistema de segurança pública realmente funcione”. 

“Temos trabalhado muito nessa cidade para que a violência não tenha continuidade. Um elemento desses já estava acostumado a praticar crime e não era para estar solto realizando assaltos. A jovem inocente acabou perdendo a  vida e isso tudo é consequência da impunidade”, afirma.

Ainda segundo a polícia, a perícia irá realizar o trabalho de colher as informações e identificar a dinâmica do ocorrido e a polícia civil ficará responsável pelo inquérito do caso. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Edição: Adriana Magalhães