Timon

Timon: vítima de afogamento sustentava família vendendo água; marido pede ajuda

Rosinete Moraes deixa o marido e três filhas, uma de 6 anos, uma de 8 anos e uma de 11 anos.

05/09/2022 11:26h - Atualizado em 06/09/2022 11:34h

Compartilhar no

Rosinete Moraes Oliveira da Costa, a mulher que morreu afogada enquanto tentava salvar a sobrinha no Rio Parnaíba neste domingo (04) em Timon, está sendo velada na manhã desta segunda-feira (05), na Igreja Assembleia de Deus, no bairro Flores. Ela deixa o marido e três filhas, uma de 6 anos, uma de 8 anos e uma de 11 anos. 


Leia também:

Corpo de Bombeiros orienta sobre os cuidados ao tomar banho de rio 

Tragédia em Nazária: Cinco crianças da mesma família desaparecem no Rio Parnaíba 


Durante o velório, o marido de Rosinete, Moisés da Costa, revelou que a esposa trabalhava vendendo água em frente à Caixa Econômica de Timon e era ela quem sustentava a família. Mesmo sendo uma família humilde, o casal decidiu acolher Rute em casa, após a morte da mãe da menina. "Eu tenho problemas de saúde e não tenho como trabalhar. A gente vivia do que ela ganhava vendendo água e do bolsa família. Agora estou pedindo ajuda porque não sei o que vou fazer para sustentar minhas três filhas", disse.

Foto: Assis Fernandes/O Dia

Segundo Moisés, a esposa não tinha o hábito de banhar no rio e nem sabia nadar. Essa foi a primeira vez que Rosinete e as filhas do casal tinham ido ao local. "Elas foram pro parque ambiental e de lá foram para o rio. Ela não tinha o costume de ir para o rio. As minhas filhas também estavam com ela. O que a gente sabe é que a Rute, que era sobrinha da minha mulher, começou a se afogar e ela pulou para tentar salvar. Agora estamos aqui pensando nessa tragédia", revelou.

Rosinete, Rute e Ronaldo estavam em um grupo de nove pessoas que saiu de casa no início da tarde com destino ao Parque Ambiental Sucupira, em Timon. De lá, o grupo decidiu ir tomar banho no rio. Testemunhas relatam que a menina de 11 anos começou a se afogar, em seguida, Rosinete e Ronaldo pularam no rio para tentar salvá-la e acabaram também morrendo afogados. Nenhum dos três sabia nadar.

Foto: Assis Fernandes/O Dia

O corpo de Rosinete foi encontrado ainda na tarde deste domingo por populares. Já os corpos de Rute e Ronaldo foram localizados pelo Corpo de Bombeiros na manhã desta segunda-feira (05). 

O marido de Rosinete pede que, as pessoas que queiram ajudar a família, entrem em contato pelo número (99) 98825-1591. 

 


É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário