No Piauí, mais de 20 mil candidatos fazem provas do IBGE hoje (10)

O IBGE vai selecionar 3.057 servidores temporários para o Censo no Piauí

10/04/2022 09:15h

Compartilhar no

As provas do processo seletivo simplificado (PSS) do Censo Demográfico 2022, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) são aplicadas neste domingo (10) para mais de 20 mil candidatos no Piauí.

As provas para as vagas de recenseador são aplicadas no período da manhã. Já os candidatos a agente censitário municipal (ACM) e agente censitário supervisor (ACS), farão as provas no período da tarde. O cartão de confirmação da inscrição com o local de prova já está disponível para consulta no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), empresa organizadora da seleção.


Leia também:Censo 2022: Lagoinha do Piauí tem mais homens do que mulher


No Piauí, foram efetuadas 22.919 inscrições para o processo seletivo. São 14.832 candidatos a recenseador e 8.087 candidatos a ACM/ACS. No último dia 16 de março, a FGV divulgou a quantidade de inscritos por local de prova e a relação de candidatos por vaga em cada localidade. Há vagas em todos os 224 municípios piauienses. O IBGE vai selecionar 3.057 servidores temporários para o Censo no Piauí, sendo 2.633 para recenseador, 241 para agente censitário supervisor (ACS) e 183 para agente censitário municipal (ACM). As vagas estão distribuídas nos 224 municípios do estado.

(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Horário das provas

A prova para recenseador será aplicada às 9h (horário de Brasília) e terá três horas de duração. Os candidatos farão uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 50 questões, divididas em 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos.

Já os candidatos a ACM e ACS farão as provas no período da tarde. Elas serão aplicadas às 14h30 (horário de Brasília) e terão duração de 3h30. O exame terá 60 questões, sendo 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos.

O conteúdo da prova está detalhado no edital. O IBGE disponibilizou uma apostila de conhecimentos técnicos para que o candidato tenha acesso às informações necessárias para responder às questões sobre a operação censitária. A apostila e o Código de Ética do IBGE estão disponíveis no site da FGV.

Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia seguinte à aplicação das provas, 11 de abril, no site da FGV. O resultado final está previsto para 20 de maio.

Cargos e salários

Os recenseadores do IBGE atuam diretamente na coleta das informações, entrevistando os moradores dos domicílios. Já o ACM gerencia o trabalho do posto de coleta, enquanto o ACS, subordinado ao ACM, tem como principal função orientar os recenseadores durante a execução dos trabalhos de campo.

Para ocupar as vagas de recenseador, o candidato precisa ter o ensino fundamental completo. O profissional ganha por produção. Clique aqui para simular a remuneração do recenseador. Já ACS e ACM precisam ter o ensino médio completo. Os salários são de R$1.700 e R$2.100, respectivamente.

As vagas de agente censitário tiveram inscrição única. Ao candidato com melhor classificação na prova, será oferecida a vaga de ACM. Os demais terão direito às vagas de ACS, de acordo com a ordem de classificação. Os candidatos puderam se inscrever nos dois processos seletivos, já que as provas para recenseador serão realizadas no turno da manhã e a para agente censitário à tarde. No ato da inscrição, os candidatos também puderam escolher a área em que desejam trabalhar.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário