Piauí: Com 23 casos notificados de Monkeypox, Sesapi elabora plano de contingência

As cidades com notificações de casos são: Barras, Batalha, Cocal, Curralinhos, Esperantina, Hugo Napoleão , Itaueira , Parnaíba , Pedro II, Teresina e União.

12/08/2022 10:54h

Compartilhar no

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) capacitou, durante os dias 10 e 11 de agosto, profissionais das vigilâncias de saúde dos 224 municípios do Piauí sobre trabalho de diagnóstico da Monkeypox. Após esse treinamento está sendo elaborado um plano de contingência para o manejo da doença. No Estado, já foram notificados 23 casos suspeitos da doença, com uma pessoa positiva para o vírus.


Leia também: Varíola dos macacos no Piauí: primeiro caso é confirmado na cidade de Batalha 

O documento com o plano de contingência será disponibilizado as unidades de saúde do estado na próxima semana, e conterá todas as etapas de manejo clínico, vigilância, coleta de material, cadastro epidemiológico, diagnóstico e as formas de repasse de informações para a comunidade.

Foto: iStock

“Este instrumento conterá todos as etapas do processo, que auxiliará os profissionais de saúde, que irão lhe dar diretamente com esses pacientes. E a Sesapi com essa capacitação se preocupou em prepará-los para entender o fluxo dessa doença. Além de cumprir as etapas exigidas pelo CIEVS nacional dos municípios, que é a padronização da informação. Porém, antes dessa capacitação, a secretaria já havia elabora informes técnicos e disponibilizamos os mesmos aos gestores municipais”, disse a coordenadora do CIEVS, Amélia Costa.

Dos 23 casos notificados, 17 ainda estão em investigação, 05 foram descartados e um caso confirmado. Entre os casos suspeitos registrados pelo CIEVS, a faixa etária de maior predominância é na população de 25 a 39 anos, porém há casos em pessoas 04 anos a 60 anos de idade. “A gente precisa conhecer esse perfil e saber como notificar esses casos, por isso fizemos essa capacitação para esclarecer todas as formas de fornecer as informações do quadro epidemiológico das indivíduos suspeitos”, reforça a coordenadora.  

As cidades com notificações de casos são: Barras, Batalha, Cocal, Curralinhos, Esperantina, Hugo Napoleão , Itaueira , Parnaíba , Pedro II, Teresina e União. Para aqueles que apresentarem os sintomas da doença, a Sesapi conta com núcleos de vigilância nos hospitais, que auxiliam no recolhimento de material para análise laboratorial e também nas informações sobre o isolamento dos pacientes infectados que devem ficar 21 dias resguardados.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações da Sesapi

Deixe seu comentário