No Piauí, casos de Covid-19 tem aumento de 1.839% na última semana

Especialista diz que o cenário epidemiológico do Piauí tem mudado e isso gera alerta nas autoridades em saúde para adoção de medidas mais efetivas para ampliar a vacinação.

28/06/2022 08:08h - Atualizado em 28/06/2022 14:51h

Compartilhar no

Atualizada às 14h30 

Mais um índice preocupante foi divulgado na tarde desta terça-feira (28) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi). Além do aumento da taxa de positividade e do número de leitos ocupados, o número de casos positivos também teve um aumento expressivo no estado na última semana. De acordo com o boletim epidemiológico de 19 a 25 de junho, o Piauí apresentou um aumento de 1.839% nos casos positivos de Covid-19, em comparação aos últimos sete dias. 

Os números acendem um alerta no Comitê de Operações Emergenciais do Piauí, que esteve reunido hoje para fazer uma nova avaliação do cenário da pandemia. “Infelizmente estamos registrando esse novo crescimento no número de casos, nessas últimas semanas e devemos ficar atentos, mantendo os cuidados necessários para evitar a infecção, principalmente a continuidade do uso de máscaras em locais fechados, transportes públicos em áreas com aglomerações”, disse o médico infectologista e membro do COE, José Noronha. 

 A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) também alerta a população piauiense, que continue mantendo as medidas, determinadas no último decreto, e procure os postos de vacinação para tomar suas doses dos imunizantes contra a Covid-19. A Sesapi também está disponibilizando mais de 300 mil testes aos municípios através das regionais de saúde.

“Sabemos que as vacinas são essenciais para que o número de casos graves e complicações da doença não ocorram. Então pedimos mais uma vez àqueles 755.519 piauienses, que estão com sua dose de reforço em atraso e aqueles que não tomaram nenhuma dose das vacinas, ou esteja com alguma em atraso, que vá aos postos de saúde de suas cidades e se imunizem”, reforça o secretário de Estado da Saúde, Neris Júnior. 

O Piauí retomou o uso de máscaras em todos os ambientes fechados, há mais de dez dias, a medida está sendo adotadas devido ao aumento de casos de Covid-19. O decreto também estabeleceu que idosos e imunossuprimidos devem continuar a usar máscara em qualquer ambiente. Além disso a Sesapi também está reforçando as ações do programa Busca Ativa nos municípios. 

Matéria original

O Piauí vem registrando uma situação de alerta para os casos de covid-19 nas últimas semanas, quando a taxa de positividade dos testes voltou a crescer e o número de internações decorrentes da doença voltou a se avolumar. Dados do Núcleo de Estudos em Saúde Pública da UFPI (NESP), que balizam as ações do COE (Comitê de Operações Emergenciais), apontam que a quantidade de novos diagnósticos de covid-19 no Piauí voltou a aumentar na última semana epidemiológica.


Leia também: "Uso de máscara": Motoristas pedem sinalização em ônibus após casos de covid 

Este é o quinto aumento consecutivo da taxa de positividade da doença no Estado, que chegou 13.03%, sendo considerada moderadamente alta segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças Norte-Americano, o CDC. Essa taxa de positividade já passa do que foi registrado no começo de março, quando o Piauí saía de um pico de covid. 

Esse aumento vertiginoso de novos diagnósticos de contaminação pelo coronavírus elevou o índice iCovid do Piauí para 2. O iCovid é um índice formado pela média dos indicadores (positividade de testes, internações, novos casos diários e óbitos) onde o score baixo recebe 1 ponto, moderado recebe 2 pontos, moderadamente alto recebe 3 pontos e alto recebe 4 pontos. Este padrão adotado pelo NESP-UFPI permite ter uma visão mais global da situação de controle da pandemia no Estado.

(Foto: Myke Sena/ MS/Agência Brasil)

No presente momento, com o iCovid do Piauí na casa dos 2 pontos, a situação da pandemia no Estado é de “cuidado” com necessidade de “melhorar o monitoramento”. A última vez que o Estado tinha registrado este patamar havia sido em 11 de março deste ano após o pico de casos no começo de janeiro.

Outro dado que também preocupa as autoridades em saúde é o da ocupação hospitalar em decorrência da covid-19. Os números divulgados pelo NESP apontam que no atual momento, a taxa de ocupação média de leitos nos hospitais, incluindo enfermarias e UTI’s, está em 45%. De acordo com os indicadores, essa média de ocupação é considerada moderada, mas gera um alerta.

Para o professor Emídio Matos, membro do NESP e do COE, os índices mais recentes da pandemia no Piauí mostram que há uma mudança de cenário epidemiológico no Estado. “Esse aumento da taxa de positividade e da taxa de ocupação hospitalar indicam a necessidade de adoção de medidas mais rígidas para o controle da pandemia no nosso estado, associadas aos esforços de ampliação da vacinação, sobretudo com as doses de reforço”, pontua o professor.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário