"Uso de máscara": Motoristas pedem sinalização em ônibus após casos de covid

O presidente do Sintetro, Antônio Cardoso, relata que muitos passageiros não estão utilizando máscaras dentro dos veículos

27/06/2022 12:09h

Compartilhar no

Nas últimas semanas, o Piauí tem registrado um aumento de novos casos e óbitos em decorrência da Covid-19, preocupando a população, sobretudo os trabalhadores que atuam diretamente com o público, como motoristas de transporte coletivo. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Teresina (Sintetro), Antônio Cardoso, muitos passageiros não estão utilizando máscaras dentro dos veículos, o que propicia a circulação da doença.


Leia também: Piauí: novo decreto exige apresentação de comprovante com dose reforço contra Covid-19 


“Dois trabalhadores me procuraram relatando estarem bem doentes, e tem sido assim toda semana. No ônibus não tem cartaz obrigando o uso de máscara pelos passageiros. Se não tem exigindo, como vamos cobrar dos passageiros? Já teve até discussão, ameaças, passageiro dizendo que podia chamar a polícia para tirá-lo do ônibus porque ele não ia colocar a máscara”, conta.

Para evitar esse tipo de situação, o Sintetro cobra que a Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência de Transporte e Trânsito (Strans), e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina (Setut) coloquem placas nos para-brisas dos veículos informando que o uso de máscara é obrigatório.

O decreto exige que se use máscara em local fechado, e o ônibus é um local fechado, pequeno e com muita circulação de gente. Quando um trabalhador fica doente, além de ser afastado do serviço e não receber o ticket alimentação, o que é ruim para ele, outros colegas são prejudicados, porque precisam cobrir essa pessoa. Então, o uso de máscara é o correto”, complementa. 

Cerca de mil trabalhadores integram o serviço de transporte coletivo de Teresina, entre motoristas e cobradores. 

Aumento de casos

Segundo o painel epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), em uma semana, o Piauí já registrou 3.212 novos casos de Covid-19. Os dados são dos dias 20 a 26 de junho deste ano. No dia 20 de junho, foram notificados 1.006 casos. No dia 22 de junho, foram notificados dois óbitos em decorrência da doença.

De acordo com estudos, o uso da máscara é o principal meio de reduzir o risco de infecção por covid-19. "Precisamos nesse momento que os piauienses reforcem esse uso e demonstrem o cuidado com a saúde pública que aprendemos durante a pandemia. A máscara e as medidas higiênicos sanitários, além de evitar aglomerações são medidas que nos ajudam a evitar o crescimento de casos, aliado a isso precisamos que a população procure a vacina para ter sua imunização feita", explica o secretário de estado da saúde Néris Júnior.

SETUT

Diante da reclamação, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) se manifestou destacando que "mediante a determinação do Comitê de Operações Emergenciais (COE) do Piauí para o uso obrigatório de máscara em ambiente fechados, que motoristas, cobradores e passageiros utilizem constantemente a máscara de proteção contra a Covid-19. A medida é uma orientação legal, necessária e contribui para a prevenção da doença. A ação visa reduzir o agravamento da doença e sua transmissão", diz a nota do órgãos.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário