Adolescente é apreendido com motos roubadas e simulacro de arma de fogo no Ilhotas

Um vídeo divulgado nas redes sociais nesta semana mostra o suspeito abordando um entregador de comida por aplicativo e, em seguida, ele foge com os pertences dele

19/04/2022 16:08h - Atualizado em 19/04/2022 16:18h

Compartilhar no

Um adolescente foi apreendido na tarde desta terça-feira (19), no bairro Ilhotas, no Centro Sul de Teresina. Segundo a Polícia Militar, ele é suspeito de realizar diversos assaltos à mão armada na região. Com ele, foram encontradas duas motocicletas roubadas e um simulacro de arma de fogo usado nos crimes.

Segundo o comandante da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI), major Audivan Nunes, o jovem já tem passagens pela polícia. Ele já havia sido preso no dia 04 deste mês.

Um vídeo divulgado nas redes sociais nesta semana mostra o suspeito abordando um entregador de comida por aplicativo e, em seguida, ele foge com os pertences dele. Outra vítima o reconheceu em um arrastão realizado recentemente dentro de uma residência no bairro São João, na Zona Leste da cidade.

Adolescente é apreendido pela Força Tarefa. Foto: Jailson Soares/ODIA 

“Esse indivíduo faz parte de um grupo de faccionados do bairro Ilhotas, na Zona Sul de Teresina. A gente teve acesso ao vídeo em que mostra o suspeito comendo o crime e hoje, em diligências durante uma operação, o encontramos com duas motos e um simulacro de arma de fogo, de pistola .40. Essa é a segunda ou terceira vez que ele é apreendido”, informou Audivan Nunes.

Em entrevista à O Dia TV, duas vítimas – que não terão as identidades reveladas – relataram os crimes. Uma delas informou que foi abordada no último sábado por volta das 22h. Nesta ocisão, quatro homens armados participaram do crime, entre eles o adolescente. “Eu estava estacionando o carro quando meliantes chegaram em duas motos, me abordaram e me colocaram dentro de casa e fizeram um arrastão. Eles levaram uma televisão, três celulares e minha motocicleta e chave do carro”, disse.

“Eram quatro homens armados e um deles falou para o outro atirar na minha cabeça, mas minha esposa a todo momento pedia para ele não fazer isso”, completa.

Simulacro de arma de fogo. Foto: Jailson Soares/ODIA 

Já a outra vítima, que trabalha com delivery de comidas, disse que foi abordada quando estava em serviço. Na oportunidade, o adolescente estava com um comparsa em uma motocicleta.

“Eu só levantei minha mão e virei as costas. Eles levaram a minha mochila, que estava com meu carregador portátil, minha carteira e meu capacete. Eu trabalho com entrega e também levando passageiros. Depois, fiquei sabendo que a moto depois foi recuperada”, relatou.

Logo após a prisão, o adolescente e o todo o material apreendido foram levados à Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário