Bando intercepta carro-forte na BR-316 e veículo sai da pista deixando feridos

Nos últimos sete dias, este já o terceiro ataque a veículos de transporte de valor registrado nas rodovias que cortam o Piauí.

23/02/2018 07:24h

Compartilhar no

Bandidos fortemente armados interceptaram um carro-forte da empresa Prossegur na BR-316, entre as cidades de Caxias e Timon, por volta das 18h30min da noite de ontem (22). O veículo, que vinha de Codó-MA para Teresina, estava sendo seguido por uma picape, quando os criminosos começaram atirar e fizeram o motorista perder o controle e cair em uma ribanceira.

O condutor do carro-forte, identificado como Divanir da Cruz, ficou preso nas ferragens e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, com auxílio do Samu e da Polícia Militar. Os outros quatro vigilantes conseguiram sair do carro apenas com ferimentos leves. Segundo o delegado Humaitan Oliveira, da Delegacia Regional de Timon, os bandidos só não explodiram o carro-forte porque viram que o motorista havia ficado com a perna presa debaixo do veículo.

Cerca de duas horas depois, Divanir foi resgatado e apresentava ferimentos por todo o corpo além de ter quebrado uma perna. Diante do ocorrido, os criminosos não conseguiram concluir o roubo e fugiram do local deixando para trás várias munições de armamento pesado, utilizado pelo Exército, como calibre ponto 50 e projéteis de AK-40.


Foto: Reprodução/Whatsapp

“Ao que tudo indica, além da caminhonete, os bandidos tinha apoio de dois carros de luxo. Estamos trabalhando para identificar estes veículos e chegar aos criminosos. E não podemos descartar também a possibilidade de este grupo estar envolvido nos ataques ocorridos no Piauí nos últimos dias”, relatou o delegado Humaitan.

Ele referiu-se às duas explosões a carros-forte registradas nas rodovias piauienses no começo da semana. Uma se deu no Povoado Estaca Zero, próximo a Água Branca, contra um veículo da empresa Cet-Seg, e o outro ocorre um em Campo Maior, na BR-343, cujo alvo foi um veículo da empresa Prossegur. Quatro vigilantes ficaram feridos nas duas ações e em um dos roubos, os criminosos conseguiram levar cerca de R$ 1,2 milhão.

Na última quarta-feira (21), a Polícia Militar de Campo Maior foi acionada por vigilantes que suspeitaram estar sendo seguidos por uma picape preta na PI-113, que liga Barras a Cabeceiras. Na ocasião, a PM enviou duas viaturas que escoltaram o carro-forte durante todo o percurso.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário