Centro comercial de Teresina terá policiamento reforçado após aumento de roubos

Uma reunião definiu o aumento de patrulhas pela região

14/01/2022 16:54h

Compartilhar no

Na última quinta-feira (13) foi realizada na Secretária de Segurança Pública do Piauí uma reunião entre o secretário estadual, Coronel Rubens Pereira, representantes do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas/PI), Associação Comercial e membros da segurança pública municipal para discutir a segurança no Centro de Teresina.


Leia tambémEm Teresina, homem é vítima de golpe ao comprar motocicleta pela internet 


De acordo com o Coronel Maurício Lacerda, comandante do 1º Batalhão da PM, que comanda parte do policiamento no Centro da cidade, o policiamento na região será reforçado. "Aqui a reunião já teve uma adesão do próprio secretário de segurança, disponibilizando a força tarefa para reforçar o policiamento e estamos fechando agora com a Polícia Civil alguns pontos onde os elementos realmente estão agindo. Parte desses roubos de cobre aumentaram nas lojas comerciais então esse trabalho integrado vai dar uma resposta para o cidadão do centro. Acredito que a partir de hoje mesmo já reforçaremos o policiamento na área comercial tanto com viaturas como também a equipe de inteligência", ressaltou o Coronel.

Foto: Divulgação

Após a reunião, Tertulino Passos, presidente do Sindilojas-PI, ressaltou que o compromisso firmado pelo Coronel Maurício Lacerda é um alento para os empresários que mantém negócio no centro comercial. "A gente vê a boa vontade dos agentes públicos e clama por segurança a toda sociedade, principalmente, ao setor lojista, que é muito importante nesse momento, pois amargam muitos prejuízos que só aumentam", pontua o presidente.

O gestor ainda, destacou que essas reuniões com a Secretaria de Segurança são de suma importância para que o setor possa ter informações daquilo que está sendo feito. "Assim como também as operações que são realizadas, como as que aconteceram no final de ano, são bastante interessantes para confiarmos nas nossas forças de segurança que é aquilo que realmente precisa na região central", finaliza Tertulino Passos.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário