Comerciante de Castelo do Piauí é feito de refém durante assalto

Os assaltantes chegaram a trocar de veículo três vezes e, até o momento, a polícia não sabe o paradeiro dos criminosos

10/01/2021 14:54h

Compartilhar no

O comerciante de Castelo do Piauí, João Liberalino da Silva, foi assaltado e feito de refém pelos criminosos no início deste domingo (10). Dois bandidos armados de revólver chegaram ao comércio em um pálio e, após cometer o assalto, fugiram e levaram a vítima.

Segundo o major Etevaldo Alves, comandante do 15º BPM, os dois bandidos fugiram pela PI-115, sentido ao município de Campo Maior. Na Comunidade Bem Bom, um dos pneus do carro estourou e os criminosos abandonaram o veículo, liberando a vítima e tomando outro automóvel de assalto.

“Na Comunidade Bem Bom, eles abandonaram a vítima e o carro e tomaram de assalto outro veículo modelo Sandero, de uma família que tomava café no local”, disse o major.

Apesar o susto, o comerciante João Liberalino passa bem e deve prestar depoimento na delegacia (Foto: reprodução/Campo Maior em Foco)

Os bandidos seguiram em fuga e, segundo Etevaldo, o Sandero foi abandonado na Comunidade Pedra de Fogo, já na BR-343, entre os municípios de Campo Maior e Altos, trocando de carro mais uma vez. Desta vez, os criminosos tomaram uma Hillux de cor branca de assalto. O carro tem placa do Rio Grande do Norte.

“É muito provável que eles conheçam a região, pois eles cortaram caminho por alguma estrada vicinal. Eles não vieram pela rodovia, por que equipes da Polícia Militar já faziam barreira no Povoado Alto do Meio e o carro não passou” explica Etevaldo.

Três equipes da Polícia Militar de Campo Maior estão em diligência e em contato com equipes de Teresina. Ainda não se sabe quanto foi levado pelos bandidos.

A Polícia Civil foi até a Localidade Bem Bom para colher digitais e outras provas que possam levar a identificação da dupla.

Apesar do susto, o comerciante passa bem e comparecerá à delegacia para prestar depoimento.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Campo Maior em Foco
Edição: Isabela Lopes

Deixe seu comentário