Corpos de pastor e fiel desaparecidos foram encontrados em Redenção, no Maranhão

Os corpos se encontravam em estágio avançado de decomposição e, possivelmente, estavam no terreno baldio desde a última quinta-feira (13)

20/01/2022 15:37h - Atualizado em 20/01/2022 16:05h

Compartilhar no

Os corpos do pastor Carlos Alberto Oliveira e Silva Junior, da Igreja pentecostal IDE HBB, e de um fiel, identificado apenas como Raí, que estavam desaparecidos desde o dia 11 deste mês, foram encontrados em estágio avançado de decomposição em Redenção, no estado de Maranhão. 

Em imagens divulgadas nas redes sociais, é possível ver os corpos amarrados, com sinais de tortura e um deles com a cabeça decepada.

(Foto: Reprodução/Redes sociais)

Segundo o Delegado Jair Paiva, os corpos possivelmente estavam no terreno baldio desde a última quinta-feira (13). Um documento que se encontrava com o pastor confirmou que seriam as pessoas desparecidas. Jair Paiva destaca ainda que está se reunindo com outros delegados do Piauí, a fim de dar continuidade a investigação. 

Entenda o caso

O pastor Carlos Alberto Oliveira e Silva Junior desapareceu por volta das 21h do dia 11 de janeiro, após acompanhar um fiel na venda de um carro no bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina. De acordo com a família do pastor, os fiéis estavam reunidos na casa de um amigo, quando um dos membros da igreja, identificado apenas como Raí, pediu que o pastor o acompanhasse na entrega do veículo.

"Um rapaz chamado Raí estava lá e pediu pro pastor Júnior acompanhar ele a entregar um carro que ele tinha vendido e o pastor foi com ele até essa pessoa e não temos mais notícias", afirma Valdinar Nunes, cunhado do pastor.

Segundo ele, o homem que havia supostamente comprado o veículo teria vindo do município de Caxias, interior do Maranhão, para receber o carro. Contudo, a família não tem mais informações sobre quem seria esse suposto comprador. 

No dia do ocorrido, o pastor havia deixado a esposa na casa do amigo e deveria voltar para buscá-la, mas desde então não sei tem mais notícias sobre o seu paradeiro. "O pastor Júnior deixou o celular com a esposa dele e esse Raí está com o celular, mas está desligado", destaca Valdinar.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Edição: Adriana Magalhães

Deixe seu comentário