Criminosos se passam por traficantes para aplicar golpe e ameaçar vítimas em Campo Maior

O criminoso diz que a pessoa realizou uma denúncia à polícia e prejudicou a atuação dos traficantes

21/12/2021 11:56h - Atualizado em 21/12/2021 12:15h

Compartilhar no

Um golpe praticado por um falso chefe de uma organização criminosa no município de Campo Maior, no Norte do Piauí, levou a 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil a divulgar um comunicado para alertar os moradores da cidade e de municípios do território dos carnaubais. Os investigadores acumulam várias denúncias com as mesmas características. 


Leia tambémHomem é preso com cocaína dentro de tênis em Simplício Mendes 


Segundo os relatos, os estelionatários entram em contato com as vítimas através de mensagens no aplicativo WhatsApp e afirmam ser chefe de uma organização criminosa que dominaria o tráfico de droga na região. O criminoso diz que a pessoa realizou uma denúncia à polícia e prejudicou a atuação dos traficantes.

Foto: Otávio Neto / O Dia

“Estelionatários estão enviando mensagens de texto e áudio via Whatsapp, onde eles se intitulam como chefes ou integrantes de supostas organizações criminosas, fazendo ameaças e acusando as vítimas de estarem supostamente lhes denunciando a polícia e causando prejuízos ao tráfico de drogas no bairro onde a vítima reside”, diz o comunicado. 

“Os estelionatários criam essa história para manipularem as vítimas, tudo isso com objetivo de obterem vantagens financeiras, pois eles exigem dinheiro das vítimas sobre o pretexto de que a Vítima tem que arcar com os "prejuízos" causados pela ação da polícia que seria ocasionada pela suposta denúncia das vítimas’, acrescenta o alerta. 

A Delegacia Regional explica que as pessoas que receberem essas mensagens devem buscar a polícia para registrar Boletim de Ocorrência. A Polícia Civil afirma que já possui investigações que buscam identificar e localizar os criminosos.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário