Dirceu: homem tenta transferir R$4 milhões em FGTS com documento falso na Caixa

A prisão foi feita pela Polícia Federal (PF), nesta quinta-feira (26), no bairro Dirceu. Outras duas mulheres também foram presas na zona Norte pelo mesmo crime

27/05/2022 11:36h - Atualizado em 27/05/2022 11:42h

Compartilhar no

Um homem foi preso após apresentar documentos falsos para tentar transferir cerca de R$4 milhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A prisão foi feita pela Polícia Federal (PF), nesta quinta-feira (26), e ocorreu na Caixa Econômica Federal do bairro Dirceu, zona Sudeste de Teresina.

Segundo a PF, o homem entregou a documentação falsa a um funcionário do banco. Após a prisão, ele foi encaminhado à sede da Polícia Federal, onde aguarda realização de audiência de custódia.

(Foto: Reprodução)

Outras duas mulheres também foram presas em flagrante pelo mesmo crime, desta vez no bairro Primavera, zona Norte da Capital. As duas apresentaram documentos falsos e tentaram sacar em torno de R$30 mil em empréstimos consignados se passando por servidoras do Estado. As duas mulheres foram conduzidas para a sede da Polícia Federal e já foram transferidas para o Presídio Feminino.

As prisões são resultado de parceria e trabalho contínuo da Polícia Federal com a Caixa Econômica Federal com o objetivo de reprimir fraudes. Os presos foram indiciados pelos crimes do art. 171 e art. 304 do Código Penal Brasileiro.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações da Polícia Federal

Deixe seu comentário