Dupla é presa aplicando golpe em banco; homens trocavam cartões e sacavam dinheiro

Com os suspeitos, a polícia conseguiu apreender mais de 40 cartões bancários furtados.

23/08/2022 12:57h - Atualizado em 23/08/2022 14:43h

Compartilhar no

Dois homens identificados como Risinaldo Oliveira Soares e Francisco Mizael Fernandes Sousa foram presos na manhã desta terça-feira (23), após serem flagrados aplicando golpes em clientes dentro de agências bancárias de Teresina. Segundo informações do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), a dupla abordava as vítimas nas agências e trocava os cartões. As prisões foram realizadas em um banco localizado na avenida Barão de Castelo Branco, zona Sul de Teresina.

Foto: Divulgação/Greco

De acordo com o coordenador do Greco, o delegado Tales Gomes, os presos já respondem a processos nos estados do Ceará, Sergipe e Bahia por crimes de furto com uso de cartões e pela prática conhecida como "chupa-cabra". "Nesta ação, conseguem a senha do cartão e fazem saques. Eles estavam aplicando os golpes no momento da prisão. Desde ontem estão aplicando esses golpes. Estão aqui em Teresina desde sexta-feira", afirmou o delegado.

Foto: Divulgação/Greco

Ainda segundo o delegado, foram apreendidos máquinas de cartão de crédito que estavam escondidas no veículo dos criminosos. "Eles ficam atentos em pessoas com dificuldade na operação do cartão, oferecem ajuda e trocam o cartão da vítima. Apresentam um boleto indicando que a pessoa tem que atualizar a senha, e quando a vítima atualiza, eles obtém a senha. Eles têm boletos de vários bancos, usam os cartões que foram furtados e o dinheiro cai numa conta de laranja", explica Tales Gomes. 

Foto: Divulgação/Greco

Com os suspeitos, a polícia conseguiu apreender mais de 40 cartões bancários furtados. Além disso, vítimas compareceram ao Greco relatando terem caído no golpe. 

Risinaldo Oliveira Soares e Francisco Mizael Fernandes Sousa serão interrogados e submetidos à audiência de custódia. Os dois devem ser indiciados pelo crime de tentativa de furto qualificado mediante fraude e concurso de pessoas. As prisões foram realizadas pelo Greco com apoio operacional da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core).

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário