Estudantes ficam gravemente feridas após atropelamento no Parque Wall Ferraz

As vítimas tiveram fraturas nas pernas e uma delas sofreu forte pancada na cabeça

23/11/2022 15:40h - Atualizado em 23/11/2022 15:44h

Compartilhar no

Três estudantes ficaram gravemente feridas no início da tarde desta quarta-feira (23/11) no Parque Wall Ferraz, na zona Norte de Teresina, após serem atropeladas por um carro modelo Fiat Uno Mille. Duas vítimas tiveram fraturas nas pernas e uma delas sofreu forte pancada na cabeça. As crianças são estudantes da Escola Municipal José Gomes Campos.

Um homem identificado como Gabriel de Sousa Costa, 18 anos, foi preso no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) por uma equipe da Polícia Militar como suspeito de dirigir o carro. No acidente, o homem sofreu lesão na cabeça, perdeu muito sangue recorreu a unidade de saúde em busca de atendimento. 

De acordo com o sargento Sousa, do 13º Batalhão da Polícia Militar, os vestígios da colisão apontam que Gabriel dirigia o carro no momento do acidente. “Foi ele porque as imagens que temos do veículo denota que a pancada foi do lado do motorista e ele está lesionado do lado esquerdo. O outro se evadiu porque estava do lado, foi mais rápido para fugir”, disse o sargento. 

Em entrevista a imprensa, Gabriel de Sousa negou que dirigia o carro e responsabilizou um colega de trabalho. Ele explicou que trabalha em um Lava- Jato e levava o carro de um cliente para outro Lava-Jato que possui o equipamento de aspirar o veículo.

Foto: Jailson Soares / O Dia

“Eu estava como passageiro. Ele perdeu o controle. Eu só ia aspirar o carro e levar para o meu jato de novo. Aí aconteceu isso. Não estava muito rápido não. Acho que foi o volante que perdeu o controle. Ele sabe dirigir”, disse. Gabriel será ouvido na Central de Flagrantes. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário