Irmãos são condenados pelo assassinato de policial penal em Parnaíba

O júri concluiu que o crime foi um ataque as forças de segurança do Estado

20/05/2022 14:55h - Atualizado em 20/05/2022 15:14h

Compartilhar no

Os irmãos Cândido Souza Araújo e Rauellison de Souza Araújo foram condenados a 39 anos e 35 anos de prisão, respetivamente, pelo assassinato do policial penal José Silvino da Silva na cidade de Parnaíba. O júri realizado nessa quinta-feira (19/05) concluiu  que o crime foi um ataque as forças de segurança do Estado.

José Silvino foi morto em novembro de 2017 dentro de um estabelecimento comercial de sua propriedade, em Parnaíba. A investigação apurou que os dois assassinos chegaram ao local em um moto, perguntaram pela vítima e efetuaram os disparos de arma de fogo. O laudo apontou que José Silvino foi alvejado com três tiros.

José Silvino da Silva (Foto: Reprodução / redes sociais)

A vítima era policial penal e atuava à época como coordenador de disciplina da Penitenciária Mista de Parnaíba. No julgamento, o promotor de Justiça Márcio Carcará, coordenador do Grupo de Apoio aos Promotores de Justiça com Atuação no Tribunal do Júri (Gaej/MPPI), defendeu que a morte do policial deveria funcionar como um “exemplo”.

Os irmãos formam condenados pelos crimes de homicídio qualificado, associação criminosa e disparo de arma de fogo. Cândido Souza Araújo teve pena maior porque ainda foi condenado por comunicação falsa de crime e falsidade ideológica, já que prestou declarações falsas sobre a origem da motocicleta utilizada. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações do MPPI

Deixe seu comentário