Ladrões furtam fiação elétrica a menos de 100m de delegacia e batalhão da PM em Teresina

Em menos de 15 dias, lojistas da Rua Félix Pachêco já sofreram com ações de criminosos por duas vezes

30/05/2022 11:20h - Atualizado em 30/05/2022 12:29h

Compartilhar no

Os lojistas da Rua Félix Pachêco, no Centro de Teresina, estão convivendo com um problema que literalmente tira o sono deles: são os constantes furtos da fiação elétrica durante a madrugada. Na madrugada de sábado (28) para domingo (29), os fios e cabos de uma loja próxima ao Centro de Artesanato Mestre Dezinho foram levados. É a segunda vez que o crime acontece em menos de 15 dias.

(Fotos: Assis Fernandes/ODIA)

O outro registro aconteceu há menos de uma semana, na loja do comerciante Carlos Costa. “É uma coisa absurda, cortaram até os fios de alta tensão, nem sei como esse pessoal consegue esse tipo de coisa. Isso causa muitos transtornos, porque falta internet, energia, não funciona caixa, a máquina do cartão, não funciona nada. Ainda bem que tomaram providências, não tão rapidamente, mas tomaram”, relata.

A audácia dos criminosos é tamanha que os crimes acontecem a menos de 100 metros do 1° Distrito Policial e a um quarteirão do 1° Batalhão da Polícia Militar. Nem a proximidade de dois postos policiais inibem a ação dos ladrões.

Ainda segundo lojistas da região, o problema já foi comunicado à PM, mas, de acordo com eles, foram informados de que não há muito o que ser feito para coibir esse tipo de crime. “Não tem como calcular o prejuízo, porque simplesmente deixamos de vender, mas fica  o transtorno mesmo. Onde que está nosso policiamento? Infelizmente, é o Brasil, e em Teresina não poderia deixar de acontecer. Estamos precisando de mais governo para tomar providências”, conclui o comerciante.

Contraponto

A equipe de reportagem do PortalODIA.com entrou em contato com a Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (Saad Centro) para esclarecer sobre a frequência deste tipo de crime e as providências cabíveis, mas, até o fechamento desta matéria, não obteve retorno. O espaço está aberto para esclarecimentos.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no