Mulher que matou sete filhotes de cachorro em Teresina é presa

Ela foi enquadrada no crime de biocídio, ou seja, assassinato de animal e atentado á vida do bicho que o leva à morte. O caso é o primeiro do Piauí.

09/11/2020 11:29h - Atualizado em 09/11/2020 12:05h

Compartilhar no

Foi presa nesta segunda-feira (09) a mulher acusada de ter matado sete filhotes de cachorro em Teresina. O caso aconteceu no bairro Buenos Aires e foi denunciado por associações de protetores dos animais. Ela teria abandonado os filhotes recém-nascidos no sol e eles teriam morrido por conta do calor. A situação foi encaminhada para a Delegacia do Meio Ambiente e Proteção aos Animais, que abriu inquérito e hoje deu cumprimento ao mandado de prisão por crime de biocídio (assassinato de animais).


Foto ilustrativa: O Dia

A tipificação criminal está prevista no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais, que foi recentemente sancionada e prevê até cinco anos de reclusão para o caso de maus tratos e morte de animais domésticos. “Em primeiro momento, policiais do Batalhão Ambiental e Guarda Municipal foram ao local e constataram a morte dos cães. Nas investigações foram colhidos depoimentos de vizinhos e vídeos feitos por eles denunciando que os animais estavam expostos ao sol”, disse a Polícia Civil em nota.

Trata-se esta da primeira prisão por crime de biocídio no Piauí já sob vigência da nova lei. Além da prisão e a punição criminal, a mulher tutora dos filhotes de cachorro mortos também terá a guarda de animais proibida formalmente, ou seja, passa a ser impedida de criar pets de qualquer porte e espécie.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário