Polícia identifica e pede prisão de acusado de assassinar travesti em Timon 

A investigação ouviu testemunhas e localizou imagens de circuitos interno de segurança

25/01/2022 16:48h

Compartilhar no

O autor do assassinato brutal contra uma travesti identificada como Paulinha, no município de Timon/MA, no último domingo (23) já foi identificado pela polícia e teve o pedido de prisão preventiva requerido à Justiça pela delegada Nayana Muller, responsável pelo inquérito que investiga o crime. 

A investigação ouviu testemunhas e localizou imagens de circuitos interno de segurança que levaram à identificação do assassino. A delegada já apresentou o pedido de prisão do homem e aguarda uma decisão do Poder Judiciário do Maranhão. 

“No local foram localizadas imagens de câmeras de segurança das proximidades. Através dessas imagens conseguimos identificar o suspeito. Como infelizmente já havia passado o prazo para a prisão em flagrante do indivíduo, estamos representando pela prisão preventiva e estamos aguardando a decisão do magistrado”, disse a delegada.

(Foto: Jailson Soares / O Dia)

Apesar da identificação da autoria do assassinato contra Paulinha, a delegada explicou que ainda não foi possível apontar a motivação do crime. Ela acredita que o crime só deverá ser esclarecido com o interrogatório do acusado. Nayana Muller comentou que a vítima não possuía antecedentes criminais.  

“Ela era uma pessoa trabalhadores, tinha um negócio de venda e plantas com um ponto fixo no bairro Cidade Nova e também na cidade de Teresina. Não temos informações de má índole da Paulinha. Todos que prestaram depoimentos conosco era de uma pessoa alto astral, vaidosa, sem antecedentes”, finalizou.

(Foto: Reprodução/redes sociais)

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário