Suspeito de balear segurança do governador Wellington Dias é preso em Teresina

A prisão aconteceu nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (18), após cumprimento de mandato.

18/01/2022 09:45h - Atualizado em 18/01/2022 09:55h

Compartilhar no

A equipe da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública prendeu o homem suspeito de atirar contra o segurança do governador do Piauí, Wellington Dias (PT). A prisão aconteceu nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (18), após cumprimento de mandato. 

(Foto: Reprodução/redes sociais)

O homem de iniciais S. C. S, de 29 anos, foi preso no Residencial Pedro Balzi, zona Sudeste de Teresina. Ele é suspeito de atirar com o cabo da Polícia Militar, identificado apenas como Marcos, lotado na 1ª Companhia do Batalhão de Guardas do Piauí. O caso aconteceu no dia 05 de novembro de 2021.

(Foto: Reprodução)

O cabo Marcos é responsável pela segurança física do Palácio de Karnak e da residência oficial do governador Wellington Dias. Ele foi baleado de raspão durante uma tentativa de assalto no bairro Gurupi, zona Sudeste de Teresina. Após luta corporal, o PM teve sua arma, uma pistola Ponto 40 subtraída. 

Segundo a Força Tarefa, o homem é considerado de alta periculosidade e já havia participado de diversas práticas criminosas. O indivíduo foi conduzido à Central de Flagrantes onde ficará à disposição da justiça. 

Relembre o caso

O policial foi abordado por quatro assaltantes que trafegavam em duas motocicletas no momento que se encontrava responsável pela zeladoria de um carro oficial. Cabo Marcos chegou a entrar em luta corporal com os indivíduos e foi baleado de “raspão”. 

Imagens de câmeras de segurança mostram, no primeiro momento, o policial na porta de uma residência limpando um veículo. Ao abrir uma das portas do veículo, o cabo foi surpreendido pela chegada de dois assaltantes em uma moto. Um dos elementos desce do veículo e anuncia a ação criminosa. No mesmo instante, mais dois criminosos se aproximam em outra moto.

O policial reagiu ao assalto e iniciou uma luta corporal com os criminosos. Ele foi agredido por três dos assaltantes, derrubado no chão e baleado. Os assaltantes retiraram a arma do PM e iniciaram a fuga. Uma das motos usadas pelos indivíduos apresentou falha na fuga e eles saíram empurrando o veículo.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário