Traficante é morto pela polícia na Usina Santana, na Zona Sudeste de Teresina

Segundo informações da PM, Nicolas reagiu à ação dos policiais e atirou contra eles. Outro homem identificado apenas como Rodrigo, que estava na residência, foi preso

12/04/2022 15:37h - Atualizado em 12/04/2022 15:48h

Compartilhar no

Um traficante identificado como Francisco Nicolas da Silva, de 19 anos, foi morto durante uma troca de tiros com a Polícia Militar em uma residência na manhã desta terça-feira (12), na região da Usina Santa, na Zona Sudeste de Teresina.

Segundo informações da PM, Nicolas reagiu à ação dos policiais e atirou contra eles. Outro homem identificado apenas como Rodrigo, que estava na residência, foi preso.

A PM informou que chegou ao local após receber denúncias anônimas que afirmavam que uma casa era usada como ponto de venda de drogas, e que o jovem era o responsável pelo comércio. Ele teria atirado contra um dos PMs, que revidou. O Nicolas morreu no local e os policiais não sofreram ferimentos.

Foto: Reprodução/Redes Sociais 

“Foi uma denúncia de tráfico de drogas em uma residência na Usina Santana, em uma área de invasão também conhecida como Santana 3. A guarnição foi conferir a denúncia e, ao chegar ao local, se deparou com o elemento na porta da casa armado. Ele apresentou a arma para um policial e disparou. O policial se defendeu. Nesse confronto, o elemento foi alvejado e outro se omitiu e a guarnição”, informou à O Dia TV o comandante da Rone, tenente-coronel Bezerra.

Foto: Jailson Soares/ODIA 

O outro homem foi identificado apenas como Rodrigo. Ele estava com uma pistola calibre 38 no momento da prisão. “O Rodrigo já tem passagens pela polícia e responde por tráfico de drogas e roubo à mão armada”, completou o tenente.  

Na casa, foram apreendidas 30 pedras de crack e cocaína além de dois revólveres calibre 38. Por falta de comunicação na região, o corpo de Nicolas foi levado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário