Câmara aprova criação de cargos para filho de Dr. Pessoa controlar bilhetagem dos ônibus

De acordo com o Projeto de Lei Complementar serão criados os cargos de secretário executivo, dois diretores comerciais e quatro cargos comissionados na ETURB.

29/03/2022 11:55h - Atualizado em 29/03/2022 12:25h

Compartilhar no

A Câmara Municipal de Teresina aprovou, na manhã desta terça (29), em primeiro turno, a criação de pelo menos seis cargos comissionados na Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (ETURB). A pasta é administrada pelo próprio filho de Dr. Pessoa, João Pessoinha. A justificativa para a criação de mais despesas na folha de pagamento da Prefeitura é que os novos empregados atuarão no controle da bilhetagem eletrônica, ironicamente os veículos do transporte de Teresina não circulam a mais de uma semana devido a uma greve dos motoristas e cobradores 

De acordo com o Projeto de Lei Complementar n° 47/2022, serão criados os cargos de secretário executivo, dois diretores comerciais e quatro cargos comissionados na ETURB. A criação de despesas por parte de Dr. Pessoa contrasta com o argumento recente usado pela própria Prefeitura, que, ao negar o reajuste para os professores, afirmou estar no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal. 


João Pessoinha (ao fundo) administra a ETURB, que controlará a bilhetagem eletrônica do sistema de transporte de Teresina - Foto: Ascom/`PMT

O vereador Aluísio Sampaio (Progressistas) cobrou uma ação efetiva do prefeito na solução do impasse e lamentou a inércia do executivo. "A situação do transporte público é muito preocupante, a solução desse problema é da Prefeitura, o prefeito precisa resolver esse problema, a câmara já deu todas as alternativas possíveis para que o problema fosse resolvido. Essa foi a última agora a criação de cargos. A gente quer é a solução do problema" relatou o vereador. 

Já o líder de governo, Renato Berger (PSD), confirmou a criação dos cargos e revelou que o objetivo será avançar na normalização do transporte. "Tudo isso é um processo para que a gente possa melhorar o transporte, foram várias etapas desde a CPI e o processo não tem andado muito bem. A questão da criação dos cargos para a Eturb são as pessoas que vão trabalhar com ou na bilhetagem eletrônica, você deixar aquele custo que existia para ter um custo menor. Vai ser criada uma Secretaria executiva, duas diretorias técnicas e quatro ou cinco cargos comissionados. Não temos ideia do custo, mas é bem menos que custava", afirmou. 


Renato Berger é líder do prefeito na Câmara - Foto: Tarcio Cruz/O Dia

Greve

No dia em que a Câmara aprova a criação de cargos para supostamente melhorar a gestão do transporte a greve de motoristas e cobradores completa nove dias em Teresina. Nesta terça praticamente nenhum veículo do sistema circulou na capital . De acordo com o Sintetro (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí), a paralisação é por tempo indeterminado, a reivindicou é a assinatura da convenção coletiva que está há três anos sem modificações, além do retorno do tíquete alimentação e do plano de saúde.

Em 21 de março de 2022, primeiro dia de paralisação, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Piauí determinou que 80% dos ônibus circulem nos horários de pico e 60% nas demais horas.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário