Gessy Lima tenta reeditar campanha de prefeito na disputa estadual

Ela chega na disputa pelo governo com a imagem atrelada a desgastada gestão de Dr. Pessoa e com ações acanhadas

21/08/2022 16:41h - Atualizado em 21/08/2022 16:54h

Compartilhar no

A estratégia utilizada por Gessy Lima na eleição para prefeito de Teresina em 2020 voltou à tona agora na disputa pelo Governo do Piauí. A fórmula do “sucesso” que fez a candidata terminar a eleição daquele ano em terceiro lugar com mais de 50 mil votos encontra agora entraves que colocam em xeque o desempenho na corrida pelo Palácio de Karnak.

Nome novo na política, sem tradição familiar em disputa eleitoral, evangélica, com uma história de superação apresentada e com críticas aos grupos políticos estabelecidos no comando da prefeitura de Teresina e do Governo do Estado. Tudo isso foi ponto positivo que contribuiu com a expressiva votação de Gessy Lima.

Gessy Lima no debate da O Dia Tv (Foto: Jailson Soares / O Dia)

Com o segundo turno formado por Dr. Pessoa e Kléber Montezuma, o apoio da jovem empresária foi disputado de perto pelos dois grupos. Ela preferiu declarar voto em Dr. Pessoa e foi um rosto constante na campanha no segundo tempo do pleito. Esse apoio garantiu a Gessy espaço nova gestão. Ela assumiu a Secretaria de Economia Solidária. 

“O Dr. Pessoa foi eleito com o voto do teresinense. O teresinense disse ‘eu quero o Dr. Pessoa como prefeito’. Eu fiquei do lado do teresinense. Fui dar a minha contribuição a convite do prefeito. Foi o voto do teresinense que me proporcionou fazer parte da gestão e dei minha contribuição”, reconheceu em recente entrevista. 

No debate com os seis principais candidatos ao governo do Piauí realizado pelo Sistema O Dia na última quarta-feira (17/08), Gessy Lima demostrou que repetirá o padrão: desferiu crítica a Rafael Fonteles e a Sílvio Mendes, contou sua história de superação, afirmou ser contra os modelos de gestão que os candidatos representam e se posicionou como nome novo na política. 


Leia tambémReveja o debate do Sistema O Dia com candidatos ao Governo do Piauí 


Contudo, dessa vez, Gessy encontra resistência. No debate foi alvo de crítica de Gustavo Henrique e de posicionamento mais firme de Sílvio Mendes quando o assunto debatido era estrutura para o desenvolvimento econômico. Diferente de 2020, ela chega na disputa pelo governo com a imagem atrelada a desgastada gestão de Dr. Pessoa e com ações acanhadas no portfólio da atuação de quando foi secretária.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no