Gilberto Albuquerque formaliza pedido de exoneração da FMS

O prefeito prometeu que um novo nome para assumir a função será anunciado na manhã desta sexta-feira (09/12)

08/12/2022 14:01h - Atualizado em 08/12/2022 14:07h

Compartilhar no

O médico Gilberto Albuquerque formalizou nesta quinta-feira (08/12) o pedido de exoneração do cargo de presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS). No início da semana ele já havia informado que estava deixando a pasta, mas somente hoje encaminhou ao prefeito Dr. Pessoa um documento oficial solicitando o desligamento.

A comunicação da Prefeitura de Teresina informou que Pessoa agradeceu os serviços prestados pelo médico que enquanto esteve à frente da pasta demonstrou boa vontade e empenho pessoal durante momentos delicados como o enfrentamento à pandemia e na condução da vacinação contra o coronavírus na capital piauiense.

Foto: Arquivo / O Dia 

A saída de Gilberto da FMS já era aguardada deste que uma série de polêmicas envolvendo a Saúde da capital como a interdição ética do Hospital do Bueno Aires, entraves com vereadores e questões pessoais que envolvem a primeira-dama Samara Conceição Rodrigues, que realizou diversas alterações em gerências do órgão e coordenando a exoneração de várias pessoas ligadas a Gilberto Albuquerque.


LEIA TAMBÉMEm audiência na Câmara, Presidente do CRM diz que Teresina vive cenário de Guerra na saúde 


Para assumir a FMS, o prefeito havia convidado ainda na semana passada o diretor do Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI), o médico Paulo Márcio. Porém, o gestor rejeitou nessa quarta-feira (07/12) o convite de Pessoa  e permanecerá no comando do HU. O prefeito prometeu que um novo nome para assumir a função será anunciado na manhã desta sexta-feira (09/12). 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no