Luciano Nunes diz que PSDB não tinha motivos para deixar Silvio e apoiar Bonfim

Para o presidente do PSDB, Sílvio Mendes é com quem mais a sigla tem afinidade

16/05/2022 15:47h - Atualizado em 16/05/2022 16:38h

Compartilhar no

O presidente estadual do PSDB, Luciano Nunes, afirmou nesta segunda-feira (16/05) que o partido não tinha motivos para  abandonar à pré-candidatura de Sílvio Mendes e apostar em Washington Bonfim para o governo do estado. Bonfim declarou na semana passada que o partido trabalhou para inviabilizar sua candidatura pelo Cidadania

“Os dois grandes líderes no PSDB nos últimos 20 anos foram Firmino Filho e Sílvio Mendes. Como é que nós tínhamos um alinhamento encaminhado com Sílvio Mendes, pré-candidato a governador, e nós vamos mudar e dizer que não vamos votar nele em razão de que? Dos pré-candidatos que estão aí, quem é o que o PSDB tem mais afinidade? Não tem o que discutir”, disse Luciano Nunes.

Foto: Jailson Soares / O Dia

Com Washington Bonfim filiado ao PSB e com apoio declarado a pré-candidatura de Rafael Fonteles, Luciano disse que essa é uma questão superada e é preciso respeitar o caminho escolhido pelo ex-colega de partido. “O professor Washington tomou seu encaminhamento, acho que todos têm esse direito, temos que respeitar. E nós vamos seguir com o PSDB apoiando Sílvio Mendes, porque acreditamos no projeto que ele tem para o Piauí”, acrescentou. 

Luciano Nunes analisa que o PSDB enfrenta dificuldades em todo o país. Os impasses na pré-candidatura de João Dória para o Palácio do Planalto, assim como o desempenho nas pesquisas de intenção de voto no principal trunfo tucano, o estado de São Paulo. “É inegável a situação difícil que se encontra o PSDB hoje no Brasil todo e, sobretudo, dessa falta de entendimento entre os principais líderes do nosso partido no plano nacional”, finalizou. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário