Após Setut exigir pagamento, Strans cadastra vans e ônibus para circular no dia da eleição

Medida foi tomada após decisão do Supremo obrigar o Município a manter o serviço de transporte urbano coletivo sem redução da frota durante o domingo (02).

30/09/2022 10:54h - Atualizado em 30/09/2022 11:48h

Compartilhar no

A Superintendência de Transporte e Trânsito de Teresina (Strans) vai cadastrar veículos alternativos (vans e ônibus) para circular no domingo (02), quando acontecem as eleições gerais. A Prefeitura adotou a medida para cumprir determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), que obrigou o Município a manter 100% de sua frota de ônibus rodando no dia do pleito sem. Com o cadastro dos alternativos, a Prefeitura se isenta de pagar o Setut pelo aumento da frota no domingo conforme a entidade havia exigido. A PMT também informou que vai emitir ordem de serviço para que toda a frota de ônibus da capital ciurcule.

Em sua decisão, o ministro Luís Roberto Barroso destacou o exemplo da cidade do Rio de Janeiro, que retirou a cobrança de tarifas de transporte para todos os passageiros no primeiro turno da eleição. No entanto, a Strans não deixou claro se, além de cadastrar veículos alternativos para aumentar a frota, também irá suspender a cobrança de passagem.

Por meio de nota, o órgão informou vai cadastrar veículos alternativos até as 17h do sábado (01) e que os motoristas interessados devem comparecer à sede da Strans, na Avenida Pedro Freitas, com documento de identificação de seus veículos, carteira de habilitação (CNH), comprovante de residência e apresentar o veículo para ser vistoriado.


Foto: Arquivo O Dia

Os veículos cadastrados deverão funcionar no domingo (02) para atender aos usuários do transporte coletivo que vão se deslocar para os locais de votação dentro de Teresina. “Serão obedecidos critérios no ato do cadastro para garantir a segurança dos usuários e alguns itens de segurança serão verificados para aprovação do cadastro”, informou a Strans.

Os horários e roteiros dos veículos serão determinados pela própria Strans no momento do cadastro do veículo.


Foto: O Dia

Impasses

No começo desta semana, a Strans informou que iria emitir ordem de serviço para que 75% da frota de ônibus de Teresina circulasse no domingo de eleição. Ao menos 205 ônibus estariam nas ruas. No entanto, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (Setut) afirmou que só aumentaria a frota caso a Prefeitura pagasse adiantado os custos das operações no dia do pleito. 

Segundo os cálculos do Setut, a dívida do poder público com os empresários do setor chega a R$ 109 milhões apesar dos repasses mensais de R$ 850 mil que a Prefeitura informou que vem fazendo à entidade.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário