Vídeo: asfalto da Av. Kennedy ameaça ceder e moradores sinalizam via

O buraco, que fica na margem da avenida, está ao lado de uma vasta vegetação, além de existir um córrego próximo ao local

13/09/2021 10:23h - Atualizado em 13/09/2021 11:50h

Compartilhar no

Ao passar pela Avenida Presidente Kennedy, na Zona Leste de Teresina, é preciso ter cuidado. Isso porque, na via existe um buraco que está começando a ceder, causando transtornos aos motoristas que passam por ali. O local está sinalizado com folhas de árvores e galhos colocados por populares. 


O buraco, que fica na margem da avenida, está ao lado de uma vasta vegetação, além de existir um córrego próximo ao local. Isto apresenta sérios riscos aos condutores e ciclistas que muitas vezes não conseguem visualizar o asfalto cedendo e acabam tendo que frear em cima.

O entregador Luis Eduardo Santos conta que sempre passa por ali e que o problema é recorrente, se agravando também nos períodos chuvosos. “O buraco já está ali há um tempo e  não tem sinalização. O poder público não faz nada, a gente tem que se virar para ficar atento e ver onde tem buraco”, ressalta.


Foto: Assis Fernandes/ODIA

Luis Eduardo destaca ainda que o fato de ter buracos nas avenidas atrasa quem precisa andar mais rapidamente devido ao trabalho. “Além de danificar nosso veículo, ainda atrasa quem precisa correr para fazer entregas, porque temos que ficar desviando de buraco. Fora que aquilo parece que pode ceder”, comenta.

(Foto: Divulgação/SAAD Leste)

A equipe do PortalODia.com  entrou em contato com a Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Leste e, de acordo com o órgão, eles já tinham conhecimento do problema e na manhã desta segunda-feira (13) uma equipe de planejamento de obras esteve no local para as providências devidas. 

A Supervisão de Aplicação de Asfalto (Supame), por sua vez, afirma que está apenas aguardando a SAAD Leste fazer a reposição estrutural do local para realizarem a aplicação asfáltica e tapar o buraco. 

Fotos: Assis Fernandes/ODIA

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário