Bebê venezuelano morre após diagnóstico de desnutrição em Teresina

A família do bebê vive em um dos abrigos da Prefeitura de Teresina

22/07/2021 17:04h - Atualizado em 22/07/2021 18:17h

Compartilhar no

Um bebê venezuelano identificado como Cheito Ramirez Mendonza, de um ano sete meses, faleceu nesta quinta-feira (22) no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) após aproximadamente 30 internado com quadro de desnutrição. A família do bebê vive em um dos abrigos da Prefeitura de Teresina. Esse não é o primeiro caso de morte de bebê venezuelano em Teresina. Em 2019, uma criança foi internada no Hospital do Buenos Aires 10 dias após chegar na Capital com sua família. No ano passado, um bebê indígena do povo Warao morreu em decorrência de uma diarreia.


Leia também

Bebê venezuelano morre de pneumonia após 10 dias em Teresina 

Em Teresina, bebê indígena de um mês morre e entidade pede providências 

Promotora quer retorno imediato das aulas presenciais em Teresina 


Cheito Mendonza deu entrada na unidade de saúde, e a equipe médica apresentou como diagnóstico com meningoencefalite herpética; broncopneumonia; e desnutrição. Na manhã de hoje ele sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. Os pais do bebê foram identificados como Saleni Mendonza e de Fidel Ramirez.

Foto: O Dia

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) se manifestou através de nota ao afirmar que “assistência social e encaminhamentos médicos foram prestados e devidamente orientados”. A Semcaspi lamenta pelo ocorrido e está disponibilizando o auxílio funerário, com o acompanhamento necessário à família.

O secretário Márcio Allan afirmou que os abrigados recebem assistência alimentar e de higiene da gestão municipal.  “Os venezuelanos estão amparados pela Semcaspi. Semanalmente eles recebem uma cesta básica que vem com itens que eles mesmo solicitam. [...] Temos um processo de sanitização de todos os abrigos. Fizemos isso em junho e vamos fazer na próxima semana”, afirmou. 

Esse é o segundo caso de morte de bebê venezuelano abrigado em Teresina. O primeiro caso aconteceu no dia 8 de junho deste ano após um bebê de apenas um mês de vida falecer vítima de infecção intestinal. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário