Blocos de Teresina anunciam que não irão às ruas no Carnaval 2022

Muitas cidades estão cancelando o carnaval devido à pandemia da Covid-19 e a chega da nova variante,Ômicron.

29/11/2021 10:44h

Compartilhar no

Se em 2021 o carnaval foi do bloco do eu sozinho, tudo indica que, em 2022, não será diferente. Isso porque o surgimento de mais uma variante do coronavírus, a Ômicron, identificada em quatro continentes (Ásia, Europa, Oceania e África) e em mais de 10 países, já assusta autoridades, cientistas e a população mundial. Diante de tantas incertezas, mesmo com o avanço da vacinação contra a Covid-19, muitas cidades estão cancelando o carnaval de 2022. Em Teresina, alguns blocos já anunciaram que não irão às ruas no próximo ano motivados pela pandemia.


Leia também: Litoral do Piauí: órgãos definem estratégias para festividades de final de ano e férias


Um dos mais tradicionais blocos de rua do Centro de Teresina, o Sanatório Geral, não sairá pelo segundo ano consecutivo. O idealizador e coordenador do bloco, Jorginho Medeiros, usou as redes sociais para fazer o anúncio. Em 2022, o Sanatório Geral completa 18 anos de existência e seria sua 17ª edição.

Jorginho Medeiros, idealizador e coordenador do bloco Sanatório Geral (Foto: Arquivo ODIA)

“Motivados pela pandemia do coronavírus, COVID-19, e as inseguranças advindas dessa Pandemia Sanitária e global, pedindo cautela, o Bloco de Sociedade Carnavalesca Sanatório Geral comunica aos seus foliões que o Carnaval de 2022, agora, só em 18 de fevereiro de 2023”.

Outros grandes blocos de Teresina também anunciaram que não irão promover festas, como o Pinto da Morada, fundado em 2017, e que desfila na zona Leste da capital. O presidente do bloco, Alexandre Filho, lamentou que, pelo segundo ano consecutivo, o grupo não irá às ruas. Ele destaca que a medida é uma forma de segurança e reforça que a pandemia ainda não acabou. 

Bloco Pinto da Morada (Foto: Arquivo ODIA)

“Não vamos ter carnaval em 2022, em respeito às perdas pela Covid-19 e pelas orientações sanitárias. Nosso evento é aberto e não temos condições de controlar o público, limitando o número de pessoas”, pontua Alexandre Filho.

O mais antigo bloco de carnaval de Teresina, o Barão de Itararé, também já bateu o martelo e anunciou que as festividades carnavalescas acontecerão somente em 2023. O tradicional desfile do bloco, que acontece na zona Sudeste da Capital, está cancelado devido à pandemia.

“Já estamos conversando com a diretoria, mas a decisão é não sair no ano que vem. Nós entendemos que a pandemia ainda não está controlada, e o surgimento de novas variantes é uma preocupação. Vamos no período do carnaval fazer campanhas de vacinação e caminhadas solidárias, para no ano de 2023 sairmos no nosso tradicional carnaval”, enfatizou Rodrigo Maxwell, presidente do bloco.

Prefeitura de Teresina fez planejamento para carnaval 2022; Governo do Estado avalia cenário

Mesmo com o período carnavalesco repleto de indefinições, a Prefeitura de Teresina já está elaborando um projeto para o carnaval 2022. O documento está em processo de finalização, que, após concluído, será avaliado por órgãos de Saúde.

De acordo com a assessoria da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC), a Prefeitura trabalha com duas possibilidades: a de ter carnaval e a de não ter carnaval, e que as festividades de momo serão definidas pelos órgãos de saúde.


Leia também: Governo publica decreto com medidas restritivas para o Natal e Réveillon, veja os detalhes


A Secretaria do Estado de Cultura (Secult) informou que ainda não tem uma posição sobre a temática, que está avaliando a situação e cumprindo os decretos do Governo do Estado.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário