Capitão da PM curado da Covid-19 é aplaudido por vizinhos no Mocambinho; vídeo

Aristóteles da Grecia e Silva, de 65 anos, recebeu homenagem na sexta-feira

19/07/2021 16:00h - Atualizado em 20/07/2021 09:00h

Compartilhar no

Após passar quase um mês internado para tratar a Covid-19, o capitão da Polícia Militar Aristóteles da Grecia e Silva, de 65 anos, pode finalmente voltar para casa no bairro Mocambinho, na Zona Norte de Teresina. Na última sexta-feira (16), além do carinho da família, ele recebeu homenagens de vizinhos. Com cartazes e palmas, os moradores se reuniram na porta para celebrar. “Guerreiro, guerreiro, guerreiro”, cantaram os amigos. (Veja vídeo abaixo).

No vídeo, mantendo distanciamento de todos, ele acenou e agradeceu a manifestação enquanto saia do carro. O militar aparece ao lado da esposa, Maria Augusta Rocha e Silva, de 71 anos, que também contraiu Covid-19, mas não precisou de internação.

Drama e recuperação

Aristóteles manifestou os primeiros sintomas no dia 19 de junho e foi internado em um hospital particular de Teresina no dia 28 do mesmo mês. Cinco dias depois foi transferido para uma unidade de terapia intensiva (UTI), onde permaneceu por mais sete intubado.

Foto: Arquivo/Pessoal

A filha dele, Aline Silva, contou que pai recebeu a primeira dose da vacina. A mãe recebeu as duas.

“Durante todo esse tempo em que meu pai ficou internado, os vizinhos fizeram correntes de orações, todos os dias, às 18h. E no momento que recebemos a informação da alta, eles combinaram essa comemoração na frente da casa. Foi um momento para celebrar a vida dele”, disse.

“Meu pai ficou bastante emocionado e agradeceu a Deus. Ele mora no Mocambinho desde a fundação, sempre ajudou muitas pessoas e é querido na região”, finaliza.

O militar também recebeu o carinho dos profissionais de saúde da unidade em que esteve internado. Na saída, ele também foi aplaudido pela equipe médica que lhe deu forças para ir além e vencer a doença.

Aristóteles está respondendo bem ao tratamento em casa apesar das sequelas. Ele já consegue falar e se movimentar e deve finalizar a recuperação no Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), em Teresina. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário