Crianças e adolescentes dançam na Central de Flagrantes após serem recolhidas em festa

Ação aconteceu no domingo (08) durante operação de combate à exploração sexual infantil. Vídeo que circula nas redes sociais mostram adolescentes fazem coreografias na Central de Flagrantes

09/05/2022 10:08h - Atualizado em 09/05/2022 12:36h

Compartilhar no

Cerca de 50 crianças e adolescentes, entre 13 e 17 anos, foram recolhidas após estarem consumindo bebidas alcoólicas em um sítio na Zona Leste de Teresina, nesse fim de semana. A ação ocorreu durante uma operação de combate à exploração sexual infantil, que contou com várias forças de segurança pública. Um vídeo que circula nas redes sociais, logo após o recolhimento, um grupo de adolescentes aparecem dançando dentro da Central de Flagrantes em Teresina. Os pais deles foram acionados e o Conselho Tutelar está investigando o caso. 

Após serem recolhidas pelo Conselho Tutelar, crianças e adolescentes dançam na Central de Flagrantes. Foto: Divulgação/Redes Sociais

Outro vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento que parte deles destrói um veículo da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) ao chegar na delegacia. 

No Piauí, a ‘Operação Parador 27’ – realizada em vários Estados simultaneamente – ocorreu nas cidades de Teresina, Parnaíba, Floriano, Bom Jesus e Floriano. Os agentes atuaram com redes de inteligências para combater à explosão sexual de crianças e adolescente, inclusive na internet. 

De acordo com André Santos, gerente de Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semcaspi), a operação foi iniciada ainda na sexta-feira e concluída na madrugada do domingo (08).

“A operação Parador 27 começou na sexta-feira e terminou às 05h do domingo. A operação foi a nível nacional com PM, DPCA, PRF, MP e demais órgãos. O intuito foi o combate à exploração sexual infantil de crianças e adolescentes além da conscientização de donos de bares e restaurantes no que diz respeito a venda de bebidas alcoólicas. Em um determinado local da Zona Leste encontramos os adolescentes – entre eles alguns embriagados, que foram levados para Central e outros para casa”, ressalta.


Na manhã desta segunda-feira (09), os pais começam a receber notificações para comparecerem ao Conselho Tutelar para prestarem os esclarecimentos sobre o caso. Eles podem, inclusive, perder a guarda das crianças. 

“Os pais foram notificados e terão que prestar os seus esclarecimentos aos órgãos protetores de crianças e adolescentes. Além disso, os bares serão notificados que inclusive podem perder o seu alvará de funcionamento”, finaliza. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário