Dr. Pessoa autoriza pagamento de 40% da insalubridade de profissionais da saúde

Segundo o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, o pagamento dos benefícios será feito com recursos próprios da PMT.

09/03/2021 10:54h - Atualizado em 09/03/2021 11:06h

Compartilhar no

Em reunião realizada na tarde desta segunda-feira (08), o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, autorizou o pagamento de 40% da insalubridade dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a covid-19. A informação foi confirmada pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, que também comunicou que o pagamento dos benefícios será feito com recursos próprios da PMT.

Foto: Divulgação/PMT

A decisão é o resultado de um impasse entre os profissionais de saúde e a Prefeitura de Teresina que teve início com o corte do pagamento de 20% da insalubridade custeado pelo Governo Federal até o final do ano passado. 

A retomada do pagamento integral dos vencimentos era uma das reivindicações dos profissionais da enfermagem que atuam no combate à covid-19 em Teresina. A categoria chegou a convocar uma greve, contudo, em uma decisão liminar concedida na última quinta-feira (04), o desembargador Hilo de Almeida Sousa decretou a ilegalidade da paralisação.

Uma Audiência Pública realizada na última terça-feira (2) já havia definido que a FMS teria que apresentar as receitas e despesas que justifiquem as reduções dos pagamentos dos profissionais de enfermagem que atuam na linha de frente do combate da pandemia do novo coronavírus.

Na ocasião, o promotor de Justiça Eny Pontes destacou que a legislação garante o pagamento dos 40% de insalubridade e defendeu que a FMS retornasse com os pagamentos dos benefícios. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário