Em mensagem a Teresina, Dom Jacinto pede fraternidade e menos polarização

Para o arcebispo, a capital tem uma tradição de “viver fraternalmente” e pede que seus 170º aniversário seja um momento de conclamação para os valores da fé.

16/08/2022 11:20h

Compartilhar no

Durante a missa pelo 170º aniversário de Teresina, comemorado nesta terça-feira (16), o arcebispo de capital, Dom Jacinto Brito, deixou uma mensagem de fé e esperança para a cidade. Para ele, é tempo de renovação e de retomada após os dois anos mais críticos da pandemia de covid-19, e um momento de conclamação.


Dom Jacinto Brito deixou uma mensagem de fé e esperança pelos 170 anos de Teresina - Foto: Assis Fernandes/O Dia

O arcebispo pediu que Teresina viva mais na fraternidade e menos na polarização. “Queremos que este instante seja de fato de conclamação para que nossa cidade acorde mais e mais para os valores que a tornam mais bela, os valores de humanização, de saúde, de educação e, sobretudo de uma fé viva que nos leve a ser irmão evitando as polarizações, que já se manifestam principalmente no campo político”, disse Dom Jacinto.

O arcebispo lembrou que Teresina tem em sua tradição o “viver fraternalmente” e que são essas qualidades que devem ser buscadas e celebradas no dia de hoje.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário