Em Teresina, 50% das vítimas de acidentes de trânsito ficam com sequelas graves

Os dados são do HUT entre os meses de janeiro a abril de 2021, somando 2.659 vítimas.

03/05/2021 12:11h

Compartilhar no

Dados do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) revelam que, de janeiro a abril deste ano, 2.659 pessoas foram vítimas de acidente de trânsito, envolvendo carro, moto e atropelamento. Desse total, 50% dos acidentes resultaram em procedimentos cirúrgicos, sendo esses os principais motivos de internações na clínica ortopédica do hospital.

Muitos desses pacientes buscam acompanhamento profissional no Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), especialmente aqueles que sofreram traumatismo crânio-encefálico, lesão medular e amputações. Hoje, mais de 400 pessoas acidentadas com essas patologias são atendidas na instituição.

(Foto: Assis Fernandes/ODIA)

Leonardo Raphael Rodrigues, gerente de reabilitação física do Ceir, enfatiza que há uma rotatividade mensal desses usuários e que eles recebem atendimento multiprofissional e multidisciplinar, cujo intuito é promover a independência desses pacientes.

“Eles recebem terapias ocupacionais, de reabilitação desportiva, arteterapia, música, entre outros tratamentos,que são multi integrados. Muitas vezes esses problemas, especialmente de ordem neurológica, deixam sequelas graves e irreversíveis, e o papel fundamental da reabilitação é promover essas adequações para as rotinas dos usuários e principalmente promover independência funcional”, explica. 

No Ceir também é disponibilizado atendimento psicológico para esses pacientes, que conta com uma equipe capacitada para oferecer apoio psicológico e estímulo cognitivo.

Ainda sobre os acidentes de trânsito registrados apenas nos quatro primeiros meses de 2021, essa representa a segunda maior entrada na emergência do HUT. 86% dos acidentes que acontecem na capital envolvem motocicletas e 78% desses acidentes são de vitimas do sexo masculino com faixa etária maior entre 21 e 40 anos de idade.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário