Enfermeiros de Teresina paralisam atividades por 24h e fazem manifestação em frente à PMT

Reunidos em frente à Prefeitura de Teresina, a categoria pede a inclusão da Enfermagem no reajuste de 10,5% concedido pela PMT.

28/06/2022 10:54h

Compartilhar no

Os profissionais de Enfermagem vinculados à Fundação Municipal de Teresina (FMS) deflagraram uma paralisação de 24 horas, que iniciou nesta terça-feira (280 e segue até amanhã (29). Reunidos em frente à Prefeitura de Teresina, a categoria pede a inclusão da Enfermagem no reajuste de 10,5% concedido pela PMT

Segundo o presidente do Sindicato dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem do Piauí (Senatepi), Erick Ricelly, a paralisação de advertência de 24 horas ocorre após várias tentativas de diálogo junto à gestão municipal, inclusive por intermédio do Desembargador Ricardo Gentil Eulálio Dantas.

(Foto: Ilustrativa/Arquivo O DIA)

“Essa luta é extremamente justa porque busca evitar que a inflação consuma ainda mais nosso poder de compras, ainda avisa que não tivemos linear em 2014, 2015, enquanto outras categorias tiveram de uma única vez em 2018, nós só viemos ter em 2018 e parcelado. Este é o argumento que foi dado, que foi antecipado este ganho, quando não foi. Nós sabemos que não tinha como um prefeito anterior antecipar ganho de um prefeito seguinte. Nós não fomos excluídos apenas do linear, fomos do reajuste das gratificações que foi concedido para outras categorias que foram excluídas do linear, então estamos sendo excluídos de todas as formas. Vemos que há um interesse do Judiciário em mediar essa situação, mas não há interesse por parte da prefeitura”, disse Erick Ricelly.

Contraponto

Por meio de nota, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina informa que 10 categorias já estão recebendo aumento progressivo desde 2019, depois de acordo entre elas e a prefeitura. Recebem semestralmente aumento, que varia de 42% a 54%. Portanto, não vão entrar no aumento para os demais servidores que aconteceu no ano de 2022.

As categorias já contempladas com aumento desde 2019 são: farmacêuticos, bioquímicos, veterinários, analistas de sistema, auxiliar de enfermagem, técnico de enfermagem, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e nutricionistas.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário