Escadaria no bairro Monte Castelo é revitalizada por moradores para virar ponto turístico

Pintura dos degraus foi custeada por empresários, mas feita por mãos de grafiteiros convidados e moradores da região

21/06/2022 08:14h

Compartilhar no

Rua Tote Carvalho, bairro Monte Castelo. Uma rua que tem o seu charme próprio e se difere de tantas outras, no cenário urbano de Teresina. É que a via até começa como uma rua comum, mas termina em uma escadaria de mais de 30 degraus. O local diferente, que estava abandonado pelo poder público, está ganhando um trabalho de pintura e revitalização custeado por empresários, e feito pelas mãos de grafiteiros da capital e moradores do próprio bairro.

(Foto: Assis Fernandes / O DIA)

Subir a escadaria da Rua Tote Carvalho dá acesso à Dota Oliveira. E essa esquina entre as duas vias é um ponto bem elevado e desse local é possível ter uma vista privilegiada do céu da capital e também dos prédios residenciais de outras zonas de Teresina. Por isso, um dos objetivos da revitalização é tornar as escadas um ponto de visitação turística, tanto pela vista quanto pelas escadas em si, a exemplo da Escadaria Seláron, no Rio de Janeiro.

As paredes das casas ao redor também estão ganhando novas cores e frases. “Ame +, Julgue –“, “O Amor Cura” e a palavra “Liberdade” enfeitam o ponto mais alto da escadaria, transmitindo mensagens de respeito e tolerância. Uma das grafiteiras responsáveis pela obra, a Maria Simone, conta que o convite para participar da melhoria do espaço a orgulha como artista.

(Foto: André dos Santos / O DIA)

“A obra não foi terminada, só será concluída no domingo que vem. Mas foi muito bonito de ver a rua no domingo passado cheio de crianças e suas famílias, ocupando o local, se divertindo e aproveitando o novo momento da rua e da escadaria”, celebrou a artista, que junto à outros grafiteiros.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Com cerca de 40 anos, degraus guardam histórias

O marido da Dona Raimunda dos Santos Reis sofreu uma queda nessas escadas. Após se desequilibrar, ele caiu e depois do incidente (relacionado com a queda ou não) teve um AVC. Desde então, possui dificuldades para se locomover. Mas mesmo com essa lembrança negativa, ver cada degrau sendo cuidado, melhorando a paisagem do bairro é um alento para a moradora.

(Foto: Assis Fernandes / O DIA)

“A comunidade agradece muito aos empresários e a quem trabalhou nessa revitalização. Eles viram a escada abandonada, se agradaram da vista daqui e se ajudaram a melhorar o ponto. Eu torço para que aqui vire um ponto turístico”, deseja a dona de casa.

Escadaria como ponto turístico seria "desejo" de Wall Ferraz

Contam os moradores mais antigos que a construção dos degraus foi feita em uma das gestões do prefeito Wall Ferraz, na década de 80. A intenção do então chefe do executivo municipal seria usar o ponto mais alto daquela rua como uma espécie de Mirante, já que o local oferecia uma vista bem localizada da capital, que se urbanizava aceleradamente.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Esses relatos de populares que moram há mais tempo na região foram observados pelo Pedro Ângelo Veras (redes sociais: @vemprohub), coordenador do trabalho de revitalização. Segundo ele, esse "desejo" de Wall Ferraz de tornar o ponto um local de atração de visitantes acabou sendo esquecido por outras gestões, se traduzindo no abandono por vários anos.

(Foto: Assis Fernandes / O DIA)

“Quem já veio sabe o quanto é bonito ver a cidade daqui. Mas tinha muito mato e a própria escada já estava deteriorada. Estamos revitalizando esse ponto, mas não queremos parar por aqui: queremos transformar toda a rua!”, afirmou. Perguntado se outras pessoas podem contribuir nesse trabalho, o coordenador enfatizou: “a melhor forma de ajudar é vir aqui, conhecer o local e trazer outras pessoas para ver essa paisagem”.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário