Famílias desabrigadas continuam em escolas e aulas devem retornar de forma online

Três escolas na Zona Norte de Teresina estão recebendo desabrigados. Até esta manhã de hoje, o número de famílias acolhidas na Capital por causa das enchentes chegou a 528

18/01/2022 10:57h - Atualizado em 18/01/2022 11:08h

Compartilhar no

Com mais de 90% das famílias desabrigadas vivendo em escolas e ginásios da Zona Norte de Teresina, o retorno às salas de aula na região deve voltar no formato online. A informação foi confirmada pelo secretário municipal da Defesa Civil, Carlos Ribeiro, nesta terça-feira (18). Até esta manhã, o número de famílias desabrigadas na Capital por causa das enchentes chegou a 528.

Foto: Tarcio Cruz/ODIA 

Há uma semana, o Comitê de Operações Emergenciais (COE-PI) aprovou o retorno presencial obrigatório de aulas para as redes pública e privada de ensino em 2022. Se por um lado a pandemia da Covid-19 atrapalhou o retorno às salas de aula, do outro as enchentes fazem as autoridades repensarem a volta segura.  

“Nós estamos atentos a essa questão da volta às aulas. Há a possibilidade dessas aulas voltarem online, se for o caso, mas tudo indica que vai ser por aí. O doutor Nouga Cardoso esteve presente e já colocou essa posição. Vamos aguardar a definição do prefeito Dr. Pessoa junto a Semec”, ressalta.

Devido às lagoas que intensificam o problema das enchentes na região, foi montado um comitê de crise para dar apoio as famílias atingidas. Com o número de desabrigados subindo todos os dias, Carlos explica que novas escolas podem ser abertas para atender a demanda. 

“Os desabrigados terão a prioridade. Podemos abrir novas escolas com essa finalidade. Além disso, temos um ginásio na Zona Norte sendo preparado para atender a população”, completa.

As escolas que estão recebendo famílias são Dilson Fernandes, Iolanda Ribeiro e Domingos Afonso.

Doações para as famílias

A Defesa Civil também está arrecadando donativos para as famílias atingidas na sede da instituição, no bairro Ilhotas, Centro/Sul de Teresina. Todo material será encaminhado para Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), que fará a distribuição.  

“Nós colocamos nas redes sociais esse pedido para população de Teresina em relação aos desabrigados, que envolvem cestas de alimentos, roupas, televisor, geladeira que não esteja usando, tudo será bem-vindo”, finaliza. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário