Moradores da Tabuleta constroem barreiras nas portas para evitar alagamentos na chuva

Na Rua David Caldas, pelo menos cinco casas têm batentes nas portas para represar a água. Moradores dizem que a galeria do local é insuficiente para escoar água da chuva.

22/11/2022 12:06h

Compartilhar no

Toda vez que dona Izanita Oliveira precisa entrar e sair de casa, tem que escalar um batente quase da altura de seus joelhos. Para a senhora de 80 anos, o esforço já não é mais tão grande depois de um bom tempo nessa situação. Ela, assim como outros moradores da Rua David Caldas do bairro Tabuleta, zona Sul de Teresina, tiveram que construir barreiras nas portas para evitar que suas residências alaguem quando chove.

A rua até possui uma galeria no trecho próximo ao cruzamento com a Avenida Gil Martins, mas a estrutura é insuficiente para escoar todo o volume de água que se acumula no local quando chove mais forte, segundo alguns moradores. Eles afirmam que o pequeno bueiro serve mais para acumular lixo e capim do que para dar vazão à água que corre para lá vinda de quase todo o bairro.


Moradores dizem que a galeria é insuficiente para escoar o volume de água da chuva - Foto: Maria Clara Estrêla/O Dia

Quem vive ali há mais tempo contabiliza as perdas que já teve por conta dos alagamentos. É o caso de dona Izanita Oliveira de Anchieta. “Quando chove, a gente fica lá dentro, a água sobe acima dos batentes e se não botar a placa, alaga tudo. Quando passa carro grande, joga a água toda para dentro das casas. Já perdi tudo em alagamento aqui, só não perdi a TV porque colocaram ela em cima do guarda-roupas. Já passou gente aqui com bebê boiando dentro do bercinho, gente que tenta atravessar e é levado pela correnteza que é muito forte”, relata.


Foto: Maria Clara Estrêla/O Dia

Segundo ela, a limpeza da galeria também demora e piora ainda mais a situação porque tem gente que passa de carro costuma jogar lixo no local. Esse lixo se acumula e acaba obstruindo a passagem da água quando chove mais forte. “Anteontem meu genro capinou um pouco, porque estava horrível, nem na calçada podia passar mais. Com esse período chuvoso vem de novo um monte de sacola. A gente corre e coloca debaixo do braço pra jogar fora”, disse dona Izanita.

Outra que também tem acumulado problemas com a ineficiência da galeria da Rua David Caldas para escoar água da chuva é dona Alcineia Teles Gomes. Ela mora no local com mais sete pessoas e conta que quando chove mais forte, a água chega ao terraço da casa. A família às vezes precisa ficar na chuva na porta de casa pedindo para que os motoristas evitem transitar pelo local pela segurança deles e para evitar que os veículos joguem mais água para dentro das residências.

“Se não tivesse essas placas, entrava mais, A gente tem que ficar na porta pedindo para as pessoas nos carros voltarem e não passarem por aqui, mas tem gente que passa e molha nossa casa todinha dentro. Aqui tem morador que já perdeu eletrodoméstico, colchão, que teve que mandar reformar a casa porque a água da chuva entra com força. A senhora aqui da frente já perdeu o carro, porque entrou água nele”, comenta dona Alcineia.


Foto: Maria Clara Estrêla/O Dia

Ela conta que a equipe da Prefeitura costuma aparecer mensalmente para fazer a limpeza, mas que no período chuvoso seria interessante que essa capina fosse realizada com mais frequência porque o mato cresce mais rápido e tampa a passagem da água. Os moradores, diz dona Alcineia, já sabem da situação e evitam jogar lixo no bueiro, mas o problema maior é justamente quem passa de carro e deixa lixo no local.

“A gente queria era que dessem um jeito, mas dizem que é uma obra que não é só aqui, que pega a rua todinha e vai até outro bairro. Dizem sempre que tem que abrir tudo, mas nunca voltam para fazer nada”, finaliza a moradora.

O outro lado

A reportagem do Portalodia.com procurou a Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Sul, a SAAD Sul, para saber se há projetos para a região e o que será feito para atender às demandas dos moradores. O órgão informou que nesta terça-feira (22), uma equipe executou os serviços de limpeza nas ruas do bairro. Quanto às reclamações a respeito da galeria, a SAAD Sul disse que tem buscado fontes de recursos junto à Prefeitura para a execução do projeto de construção da galeria do bairro São Pedro, que vai contemplar a Rua David Caldas.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário