Organização do Cerapió diz que piloto Daniel Santos pode ter morrido por exaustão

O piloto percorreu mais de 2 km por um caminho fechado e de difícil acesso tentando retornar à trilha original

28/01/2022 14:48h - Atualizado em 28/01/2022 15:14h

Compartilhar no

piloto Daniel Santos, encontrado morto na noite dessa quinta-feira (28) enquanto disputava uma prova do Rally Cerapió, na Serra Cruel, no município de Granja, no Ceará, faleceu depois que sofreu um colapso de exaustão ao tentar retornar à trilha original, explicou a organização do evento através de vídeo divulgado. 

O diretor geral do Cerapió, Ehrich Cordão, disse que Daniel Santos acabou se perdendo durante uma das etapas da prova que era realizada na zona rural de Granja e percorreu mais de 2 km por um caminho fechado e de difícil acesso. Ao tentar retornar, o piloto já estava muito abaixo da serra e não conseguiu subir. 

“O Daniel, a gente acredita que ele teve um processo de exaustão. Ele fez um esforço físico muito grade. Ele errou a trilha, isso dificultou nossa equipe de busca, porque na trilha a gente tem uma equipe vassoura, que vem varrendo a prova de moto, e temos acompanhando paralelamente naquelas trechos onde carro é permitido temos dois carros com paramédicos e todos os equipamentos de primeiros socorros. Quando os vassouras desceram a serra, não o encontraram “, disse.

A organização afirmou que os participantes possuem aparelhos de GPS off-line para a contabilização do resultado. Para identificar o trecho aproximado em que Daniel desapareceu, o diretor disse que foi preciso coletar os dados de pilotos que largaram antes e depois de Daniel Santos. 

Ehrich Cordão negou que o piloto tenha morrido por algum acidente no trajeto. “Ele estava deitado no chão de bruços, ele tem a moto em pé, sem capacete, sem colete, ou seja, deu tempo ele ter tirado tudo isso, então não foi um acidente violento, porque nossa prova não é uma prova de velocidade, é uma prova de regularidade”, justificou. 

Daniel Santo (Foto: Reprodução / Instagram)

Essa era a primeira vez que Daniel Santos participava do Rally Cerapió. Natural do Espírito Santos, ele deixou esposa e três filhos. A organização resolveu cancelar as provas que seriam finalizadas nesta sexta-feira (28) na cidade de Barreirinhas, no Ceará. 

Homenagem

A organização lamentou a morte de Daniel Santos e afirmou que um livro que está sendo produzindo em comemoração aos 35 anos do evento terá uma homenagem ao piloto e sua família. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário