Órgãos debatem estratégias para vacinação da população de rua de Teresina

O encontro definiu medidas que serão implantadas para operacionalizar a imunização desse público.

27/04/2021 15:31h - Atualizado em 27/04/2021 15:57h

Compartilhar no

Uma audiência realizada nesta terça-feira (27) entre membros do Ministério Público do Piauí e representantes da Prefeitura de Teresina discutiu a vacinação contra a Covid-19 da população em situação de rua na capital. O encontro definiu medidas que serão implantadas para operacionalizar a imunização desse público. 


Leia tambémSuperlotação em Parnaíba: Sejus diz que nova penitenciária deve resolver problema 


Segundo o MPPI, uma outra audiência havia sido realizada definiu que a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e a FMS construiriam as diretrizes do instrutivo para a Vacinação da População em Situação de Rua.

 Foto: Elias Fontinele / O Dia 

“De acordo com o instrutivo e com o Plano Nacional de Imunização, o processo de vacinação deve começar com a população em situação de rua que está institucionalizada, que possui mais de 60 anos e apresenta comorbidades. Outra pauta da reunião foi que os profissionais do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) ainda não estão inclusos no Plano Nacional”, disse o MPPI. 

Na reunião, foi apontada a necessidade de um levantamento para a catalogação de dados e informações seguras sobre a população em situação de rua. A Universidade Federal do Piauí (UFPI) deve realizar o levantamento. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário