Policial mata dois homens e fere outro após briga em bar na Zona Sudeste de Teresina

Segundo a Polícia Militar (PM), o cabo estava de folga no bar, quando houve uma briga generalizada envolvendo o suspeito e um mototaxista dentro do estabelecimento

26/02/2022 09:12h - Atualizado em 26/02/2022 12:54h

Compartilhar no

Antônio Bernadinho de Oliveira, de 48 anos, e Deusimar Gomes Siqueira, de 43, morreram após serem baleados por um policial militar na noite dessa sexta-feira (25) em um bar, no bairro Parque Itararé, na Zona Sudeste de Teresina.

Segundo a Polícia Militar (PM), o soldado estava de folga no bar, quando houve uma briga generalizada envolvendo o suspeito e um mototaxista dentro do estabelecimento. Na confusão, o militar teria perdido o controle e atirado, atingindo os dois homens, que faleceram antes da chegada do socorro. O mototaxista também chegou a ser alvejado na região do ombro, mas conseguiu fugir.

Foto: Reprodução/Redes Sociais 

Ainda segundo a polícia, algumas pessoas conseguiram desarmar o militar após os disparos, mas sequência ele acabou sendo agredido com socos e chutes por outras pessoas. Ele foi preso em flagrante enquanto tentava ligar uma motocicleta e foi encaminhado para corregedoria da corporação, que vai investigar a conduta do agente.

As vítimas fatais foram atingidas na região do tórax e faleceram antes da chegada da corporação. Ainda não se sabe o estado de saúde do mototaxista alvejado.

A Polícia Militar foi acionada e fez o isolamento da área. Em seguida, Perícia Criminal esteve no local e realizou os primeiros levantamentos da dinâmica do crime. Por fim, o Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção dos corpos.

A Polícia Civil, através do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), vai investigar o caso. 

A Polícia Militar emitiu uma nota sobre o caso: 

Nota à  imprensa

Acerca de ocorrência envolvendo policial militar:

1. A PMPI informa que a guarnição de serviço efetuou a prisão do policial militar e conduziu para a Central de Flagrantes;

2.Na Central de Flagrantes foram feitos os procedimentos que a lei exige,  o  Auto de Prisão  em Flagrante Delito pelo duplo homicídio;

3.  O policial militar, devidamente autuado, foi levado pela guarnição para o IML para fazer o exame de corpo de delito;

4. Após foi conduzido ao Presídio Militar onde se encontra preso á disposição  da  Justiça;

5. O policial militar irá responder às acusações que lhe são imputadas tanto na esfera administrativa como na esfera criminal. Na esfera administrativa em procedimento instaurado pela Corregedoria da PMPI denominado Conselho de Disciplina e na esfera criminal, na justiça comum do Estado do Piauí.

Teresina, 26 de fevereiro de 2022.

Elza Rodrigues Ferreira - Cel PM

Diretora de Comunicação PMPI

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário