Prefeito Firmino Filho sofre crise hipertensiva e é socorrido pelo filho

Firmino contou em uma rede social que sentiu tontura e dor de cabeça quando chegou em sua casa na quarta-feira, 22. Ele foi socorrido pelo filho, Bruno Soares

23/04/2020 14:03h

Compartilhar no

O prefeito Firmino Filho (PSDB) contou em uma rede social nesta quinta-feira (23) que sofreu uma crise hipertensiva e foi atendido pelo filho, Bruno Soares, quando chegou a sua residência na quarta-feira (22). Firmino disse que essa foi a primeira crise que teve durante a pandemia do novo coronavírus.

Foto: Arquivo O Dia.

“Ontem tive uma experiência pessoal e quero compartilhar com vocês. Pela primeira vez durante essa pandemia, tive uma crise hipertensiva. Sempre tenho muito cuidado com a saúde, mas como prefeito, faço parte dos profissionais que não podem parar”, disse.

O prefeito relatou que sentiu tontura e dor de cabeça ao chegar a sua residência na quarta-feira e foi medicado por seu filho, Bruno Soares.

“Quando cheguei em casa, comecei a sentir tontura, dor de cabeça. Tive sorte que o Bruno aferiu a pressão rapidamente, me medicou e saiu do papel de filho pra assumir o de médico, inclusive brigando porque não tenho tido o cuidado que preciso”, contou.

O chefe do executivo municipal chamou atenção para o grupo de risco para novo coronavírus e disse que nesse período é importante cuidar da saúde física e mental. “Além de ficar em casa, é preciso cuidar da saúde física e mental. Respirar fundo e desacelerar pelo menos um pouco”.

O prefeito afirmou ainda que a crise tem consumido sua energia 24 horas durante os sete dias da semana, mas que vai tentar descansar aos domingos.

“Eu vou tentar agora ter um descanso aos domingos. Não garanto muito porque essa crise tem consumido toda energia 24 horas por dia, 7 dias da semana. Mas prometo que vou tentar. Enquanto isso...vamos continuar o que precisa ser feito, com fé que tudo isso vai passar”, finalizou.

Grupo vulnerável

Os hipertensos (pessoas que possuem pressão alta) estão entre os grupos mais vulneráveis a complicações da doença Covid-19, provocada pelo novo coronavírus, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Quando infectados, o vírus é capaz afetar o músculo cardíaco do paciente, já que têm, em sua maioria das vezes, coração sobrecarregado. Além disso, a doença pode causar necrose pulmonar, com o acúmulo de liquido no pulmão e a anulação dos medicamentos para controle da pressão arterial. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Edição: Adriana Magalhães
Por: Jorge Machado

Deixe seu comentário