Suspeitos de matar advogado Anísio Gomes são presos novamente em Teresina

Os suspeitos cumpriram 30 dias de prisão temporária e tiveram a conversão da prisão em preventiva no último dia 06. Com a decisão da Justiça, os acusados foram recapturados pela Polícia.

12/10/2021 16:40h

Compartilhar no

Os dois suspeitos de matar o advogado Anísio Gomes da Silva Neto foram presos novamente, na manhã desta terça-feira (12), por agentes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os homens identificados como Jeydson da Silva e Romualdo Araújo são suspeitos de participar do espancamento de Anísio, que faleceu por traumatismo crânio encefálico, em maio deste ano. 

Os suspeitos cumpriram 30 dias de prisão temporária e tiveram a conversão da prisão em preventiva no último dia 06. Com a decisão da Justiça, os acusados foram recapturados pela Polícia. 

“Ocorre que havia no inquérito representação pela conversão da prisão temporária em preventiva e, no dia 06 deste mês, foi determinado a conversão solicitada. Os suspeitos haviam sido liberados, no entanto após tomarem conhecimento da existência da prisão preventiva dos mesmos, os policiais da DHPP imediatamente recapturaram os suspeitos citados. Eles nem deveriam ter siso soltos”, esclareceu o delegado Luis Guilherme do DHPP. 


Fotos: Jailson Soares

Entenda o caso

O advogado Anísio Gomes teve morte por traumatismo craniano após ser agredido, na zona Sul de Teresina, em maio deste ano. Segundo informações do delegado Barêta, que teve acesso ao caso, o advogado recebeu as primeiras agressões em um local e o corpo foi encontrado em uma casa sentado em uma cadeira. Após requisitado o exame pericia, foi confirmado que o corpo foi alterado de local. 

A suspeita é que as agressões tenham começado após o advogado assediar uma adolescente que passava pela rua. 

Leia mais: Advogado Anísio Neto morreu de traumatismo após ser espancado, diz delegado Baretta 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário