Teresina: com 424 famílias desabrigadas, Exército pode ser acionado

O 25º Batalhão de Caçadores (25 BC) disponibilizou, segundo o secretário, 50 homens e 10 caminhões para dar apoio nas áreas alagadas.

07/01/2022 09:52h - Atualizado em 07/01/2022 10:11h

Compartilhar no

O secretário municipal de Defesa Civil, Carlos Ribeiro, informou na manhã desta sexta-feira (07), que o Exército Brasileiro poderá ser acionado caso a situação das enchentes em Teresina se torne ainda mais crítica nos próximos dias. O 25º Batalhão de Caçadores (25 BC)disponibilizou, segundo o secretário, 50 homens e 10 caminhões para dar apoio nas áreas alagadas.


Leia também: Em meio a enchentes, Defesa Civil tem um dos menores orçamentos de Teresina 


A Capital possui atualmente 424 famílias desabrigadas devido às inundações. Destas, 380 estão abrigadas em casas de familiares e amigos e 44 estão em escolas de Teresina. “A cada semana estamos nos fortalecendo. As chuvas iniciaram agora, mas ainda temos promessa de muita chuva”, destacou.

Foto: Assis Fernandes/O Dia

Em visita às áreas alagadas no bairro São Joaquim, zona Norte de Teresina, uma das regiões mais afetadas pelos alagamentos, o secretário garantiu ainda o pleno funcionamento das bombas de drenagem, que retiram a água das regiões alagadas e despejam de volta nos rios.

Além do Exército, a Capital também conta com a ajuda do Governo do Estado e, em cerca de 30 dias, também receberá apoio do Governo Federal.  “O Governo do Estado já vem doando cestas de alimentos, e o Governo Federal também irá chegar com ajuda, eles disseram que seria em sete dias, mas acredito que seja algo em torno de 30 dias”, destacou.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário