Teresina: dupla que explodiu cofre de posto de combustível é condenada a 6 anos de prisão

As investigações foram iniciadas pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco). A dupla foi condenada sem direito de recorrer em liberdade

21/04/2022 09:04h - Atualizado em 21/04/2022 09:35h

Compartilhar no

Gregório Redusino da Cunha Filho e Luís Afonso Lima de Jesus foram condenados a 6 anos de prisão, cada, por terem explodido o cofre de um posto de combustível na Zona Norte de Teresina. A sentença, proferida no dia 30 de março deste ano, é do juiz Raimundo José de Macau Furtado, da 9ª Vara Criminal da Comarca de Teresina.


As investigações foram iniciadas pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco). Segundo a denúncia do Ministério Público, os acusados, ao lado três comparsas, invadiram o posto de combustível e anunciaram o assalto com armas de fogo. Eles chegaram a explodir o cofre do estabelecimento, mas não conseguiram levar o dinheiro. Eles também são acusados de roubo a um banco da Caixa Econômica Federal. Outras pessoas podem ser condenadas a partir das investigações. 


Os réus negaram o crime, mas, segundo o magistrado, há elementos suficientes que comprovam a participação dos dois no assalto. A dupla foi condenada 1 mês e 10 dias de reclusão, cada, sem direito de recorrer a liberdade. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no